Quase 20% dos presos foram postos em liberdade (Foto: Alvaro Pegoraro)

Dados do Tribunal de Justiça (TJ RS) revelam que 7.736 presos foram liberados para cumprir prisão domiciliar, entre os dias 23 de março e 31 de maio. São apenados considerados do grupo de risco, gestantes e, principalmente, aqueles que cumpriam prisão provisória.

Deste total, 226 (2,9%) voltaram a ser presos praticando crimes, a maioria por tráfico de drogas. Na sequência as prisões aconteceram por furtos, violência doméstica e homicídio.

Em números, quer dizer que 19,9% das pessoas que estavam atrás das grades receberam o direito de cumprir prisão domiciliar. Segundo a Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe), atualmente há 37.007 homens presos e 1.853 mulheres, totalizando uma massa carcerária de 38.858 detentos.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome