programa transition mulheres vítimas
Envolvidos no projeto com os delegados Vinícius e Cano e Cônsul Tcheco, Frantisek Fleismann (D) (Foto: Alvaro Pegoraro)

Uma parceria entre a Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc) e o consulado geral da República Tcheca em São Paulo vai possibilitar o atendimento gratuito às mulheres vítimas de violência doméstica. Além da Capital Nacional do Chimarrão, o programa funciona em outras quatro cidades do Rio Grande do Sul.

Em Santa Cruz do Sul, já existe há sete anos e está em Montenegro desde 2019. Em Sobradinho e Rio Pardo está iniciando, assim como em Venâncio Aires.

Denominado de ‘Enfrentamento e garantias legais da mulher agredida’, o programa possibilitará um atendimento diferenciado às mulheres vítimas que procurarem a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA). Ele funcionará no prédio ocupado pelo Posto de Atendimento à Mulher (PAM), que está inativo há alguns meses.

De acordo com a professora Caroline Fockink Ritt, uma acadêmica do curso de Direito da Unisc prestará toda a assessoria às mulheres vítimas. “Ela fará os encaminhamentos necessários, dará orientações e mostrará quais os direitos das mulheres vítimas”, explicou a professora.

Os atendimentos serão feitos pela bolsista Aline Kurz, todas as manhãs, das 9h às 12h.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome