Acidente aconteceu no final de domingo (Foto: Divulgação)
Seis das sete mortes registradas este ano foram na RSC-287 (Foto: Divulgação)

O domingo foi trágico na principal rodovia que liga Venâncio Aires ao resto do Estado. Em um acidente na RSC-287, envolvendo um carro e duas motos, três pessoas perderam a vida e ainda há uma quarta internada no Hospital São Sebastião Mártir (HSSM). O sobrevivente é o motorista de um carro, que segundo apontou o teste do bafômetro, havia ingerido bebida alcoólica.

As colisões aconteceram por volta das 17h40min do domingo, 24, nas imediações do acesso ao campus da Unisc. Morreram Willian Machado, 21 anos, morador de Santa Cruz do Sul, e Luciano Silveira, 27 anos e o seu pai, João Carlos Silveira, 61 anos, que residiam no bairro Brands, em Venâncio.

A Polícia Civil (PC) apurou que Machado andava em uma moto Honda, com placas de Santa Cruz, e pai e filho, em outra, de Venâncio. Aparentemente, só estavam próximos um do outro e ambos seguiam em direção ao trevo de acesso a Venâncio. Em sentido contrário andava o Corsa, emplacado em Venâncio e que era conduzido por Willian de Oliveira Antônio, 25 anos.

Uma das suspeitas da PC é que o Corsa, por motivos ignorados, invadiu a pista contrária, atingindo a primeira moto, conduzida por Machado. Seguindo esta linha de raciocínio, o carro rodopiou e foi de encontro a outra moto, onde estavam pai e filho. Os três motociclistas morreram no local. Antônio foi socorrido e segue internado no HSSM.

Pai e filho serão sepultados hoje à tarde. O mais velho, no cemitério de Linha Tangerinas e seu filho, no cemitério Municipal. Machado será sepultado em Santa Cruz.

Três vítimas morreram no local (Foto: Reprodução/FM)
Três vítimas morreram no local (Foto: Reprodução/FM)

Atropelamento 

Por volta das 3h do domingo, um homem morreu atropelado na rua 7 de Setembro, no bairro Brígida. Aparentemente, Fernando Peitile Teixeira, 37 anos, caminhava sobre a rua, quando foi atingido por um veículo. A vítima morreu no local e o condutor do veículo fugiu sem prestar socorro.

A PC apurou que Teixeira era natural de São Leopoldo, mas morava com uma companheira, no bairro Battisti. Seu corpo será sepultado hoje pela manhã, em São Leopoldo. O veículo que o atropelou e seu condutor não foram identificados.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome