Promotor pede a absolvição do réu que matou homem em Boqueirão

-

O promotor Pedro Rui da Fontoura Porto pediu a absolvição do réu Rodrigo Soares. O agricultor de 27 anos, que responde pela morte de José Altair Pinheiro Ramos, fato que aconteceu na noite do dia 7 de março de 2018, no interior de Boqueirão do Leão, confessou a autoria do crime, mas alegou legítima defesa.

Em plenário, o réu declarou ao juiz João Francisco Goulart Borges e ao corpo de jurados, formado por seis mulheres e um homem, que não tinha outra coisa a fazer, já que a vítima estava embriagada e armada com um facão e um pedaço de madeira e tentava matá-lo. “Defendi a minha família e a mim mesmo”, disse o réu, se referindo ao fato de Zezinho, como a vítima era conhecida, ter tentado invadir a casa onde ele morava com a mãe e um irmão.

Soares atingiu Ramos com dois pontaços de faca e a vítima morreu no local. A defesa do réu, feita pela defensora pública Luciana Artus Schneider, também trabalhou com a tese de legítima defesa.

A decisão está a cargo dos jurados, já que a sessão está em andamento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques

Últimas

Exclusivo Assinantes