Sistema de televisitas começa a ser implantado nas cadeias do Estado

-

Internos do sistema prisional poderão voltar a manter contatos com seus familiares. Portaria conjunta da Secretaria da Administração Penitenciária (Seapen) e da Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe), publicada quarta-feira, 8, no Diário Oficial, permitirá que os apenados voltem a receber visitas. Diferença, nesta época da pandemia do novo coronavírus, é que as conversas serão por telefone ou chamadas de vídeo.

De acordo com a portaria, as televisitas só serão permitidas mediante prévio agendamento, de segunda a sexta-feira, respeitando o regramento de cada estabelecimento criminal e a sua capacidade. Excepcionalmente, poderão ser agendadas para os sábados e domingos. Cada televisita terá a duração máxima de dez minutos e será acompanhada por um agente penitenciário.

De acordo com o diretor geral da Seapen, Andrei Nunes, o Tribunal de Justiça já disponibilizou 80 equipamentos para a televisita. Nunes explica que uma norma explicativa, que será direcionado aos diretores das casas prisionais, apresentará os procedimentos operacionais da televisita, de normas de seguranças e a instalação dos equipamentos, levando em conta as peculiaridades de cada presídio.

Por outro lado, ainda segue suspenso o cadastro de novos visitantes. A medida vale enquanto perdurar as ações preventivas para evitar a proliferação da Covid-19. Não há data para que o novo sistema de visitas comece a funcionar.

3 COMENTÁRIOS

  1. Achei ótimo essa idéia,prevenindo desse vírus não chegar até eles,e nos dando a oportunidade se acalma tanto a nós que visitamos,quanto a eles.Meu esposo é deficiente e eu fico muito preocupada sem poder ter um conato direto.Que Deus abençoe e seje decretado em todo estado.

  2. Seria um pouco de conforto pra nossos corações pois nem as cartas estamos recebendo retorno dos nossos presos! Um grande sofrimento pra eles e pra seus familiares.

  3. Eu creio que logo logo esse vírus vai sumir do Brasil e do mundo 🙇 mais enquanto isso, essa forma séria muito boa, dez minutos são poucos, mais prá nos que estamos sem nenhuma notícia dos nossos parentes já é uma glória ter esse meio de comunicação. Creio que seja liberado pra todos os presidios e chegue a que no RIO GRANDE DO NORTE.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques

Últimas

Exclusivo Assinantes