Fotos: Arquivo Folha do Mate

O vereador Tiago Quintana (PDT) e o ex-secretário de Cultura e Esportes, Henrique Maciel da Silva – que atualmente ocupa o cargo de coordenador da pasta -, entraram em rota de colisão. A troca de farpas teve origem a partir de declaração do parlamentar na tribuna da Câmara, na sessão de segunda-feira, 10. Ao criticar a falta de medicamentos na Farmácia Municipal e citar exemplo de um cidadão que ficou sem remédio que deveria ser disponibilizado pela Prefeitura de Venâncio Aires, Quintana afirmou que o Município está desde junho “comprando coisas a varrer sem licitação por causa do coronavírus e não tem competência para manter um estoque de medicamentos”.

Na sequência veio a manifestação que gerou polêmica: “É pior do que não ter dinheiro, porque competência, por exemplo, pra demitir um secretário e recontratar ele como CC (cargo em comissão) um mês depois ou 90 dias depois, pra ele fazer o caixinha pra eleição…” O vereador não citou o nome do ex-secretário e declarou que a intenção não era a pessoalização, apenas questionar a decisão do gestor, no caso o prefeito Giovane Wickert (PSB), de fazer isso. “Doa a quem doer, toda vez que vier o assunto aqui vou levantar, porque tem que ter organização”, complementou.

Resposta

Na manhã de terça-feira, 11, Henrique Silva gravou e postou vídeo no Facebook em resposta ao pedetista. No vídeo, intitulado como ‘desabafo’, ele comenta que voltou para a secretaria a pedido de Wickert, para dar sequência ao trabalho que realizava até se afastar do comando da pasta – como vai concorrer a vereador, Silva deixou a secretaria obedecendo prazos eleitorais, mas acabou retornando em razão da mudança da data do pleito do dia 4 de outubro para o dia 15 de novembro.

A seguir, classifica o episódio como “muito triste”, afirma que tinha o vereador por amigo, que ficou surpreso com a manifestação e passa a atacar Quintana. “O meu trabalho pro Município de Venâncio Aires tem sido muito mais importante do que a vereança desse tal vereador, que só faz intrigas. Ele é bom de rede social, ele é bom, ele faz uns textinhos legais, faz, mas muitas coisas ele faz de forma irreal”, disse, para logo após desafiar o vereador a “contabilizar quanto de recursos ele já trouxe para Venâncio Aires, porque eu já trouxe mais de R$ 1 milhão através do meu amigo pessoal e ex-deputado federal João Derly, que hoje é secretário de Estado de Esportes”.

No mesmo vídeo, o ex-secretário afirma ainda que pretendia ficar na pasta como coordenador até o fim do ano, mas que “em razão das insinuações desse tal vereador, estou mudando de ideia, vou desincompatibilizar esta semana e vou colocar meu nome à disposição do partido”. Mais para o fim da publicação, Silva comenta que Quintana não deveria falar em caixinha, pois “ele foi chefe de gabinete do antigo governo e passou a assumir o cargo de secretário de Governo, com as mesmas atribuições que ele tinha como chefe de gabinete, e daí vem falar de caixinha?”

“Espero que este vereador, ao menos, peça desculpas por fazer insinuações sobre a minha pessoa, porque eu sou um pai de família, trabalhador e, antes de tudo, eu tenho caráter.”

HENRIQUE MACIEL DA SILVA – Coordenador da Secretaria de Cultura e Esportes

R$ 5.850,12 – o salário correspondente ao cargo em comissão ocupado por Henrique Maciel da Silva na Secretaria de Cultura e Esportes.

Comentário

  • Após a postagem e repercussão do vídeo de Henrique Maciel da Silva, o vereador Tiago Quintana fez comentário no perfil do ex-secretário. “Bah, acho que a ‘notícia’ chegou aumentada mesmo pra ti Henrique”, escreveu ele, que também publicou um vídeo com a declaração feita na tribuna.
  • Quintana reforçou que estava cobrando a Administração pela falta de medicamentos na Farmácia Municipal “e citei apenas como exemplo da incoerência desse governo, a demissão e recontratação de CCs que serão candidatos”.
  • “Eu questionei o gestor e não pessoalizei como tu estás fazendo agora. Não me use para bode expiatório, pois não citei teu nome e nem pensei em te ofender. Te respeito como pessoa e espero realmente que venhas para a linha de frente como candidato a vereador”, continuou o parlamentar.
  • “Sobre o meu trabalho no Legislativo, dessa vez eu é que te cobrarei mais informação e respeito, pois encaminhei dezenas de pedidos de emendas, recursos e projetos de lei. Não tente te promover diante dessa fala, pois realmente é muito pouco para você”, concluiu Quintana.

“Não ofendi a honra nem o caráter dele. Não cometi injustiça, tanto que me referi ao prefeito, pela falta de medicamentos, e não à pessoa dele, pois sequer citei o nome. Nunca pessoalizo.”

TIAGO QUINTANA – Vereador do PDT

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome