(Foto: Alvaro Pegoraro/Folha do Mate)

A Câmara de Vereadores de Venâncio Aires teve um ano turbulento, cheio de polêmicas e confusão, mas também foi lugar de trabalho, análise e debate. Em 2019, os parlamentares apreciaram um total de 223 Projetos de Leis de autoria do Executivo, principal e mais importante demanda da Casa, uma vez que são as iniciativas do Município que trazem reflexos para a vida dos cidadãos. A este número se somam 32 Projetos de Leis Complementares (PLCs) do Executivo, fechando em 255 proposições da Administração analisadas.

O Legislativo teve 47 sessões ordinárias durante o ano, e também foi 13 vezes ao interior, com suas sessões extraordinárias. No total, foram 60 encontros, momentos em que os vereadores expuseram pensamentos, convergiram e divergiram. Foi, sem dúvidas, um 2019 intenso e, por vezes tenso, que acabou com a polêmica eleição da nova Mesa Diretora, que agora é comandada por Helena da Rosa (MDB). O ano de 2020 já está em curso, é eleitoral e, certamente, reservará discussões acaloradas no Plenário Vicente Schuck.


“O político, para tentar ser bem sucedido, deve ir ao encontro das demandas e fazer disso oportunidades para ajudar as pessoas, sem esperar que elas aconteçam ao acaso.”

ANDRÉ PUTHIN – Vereador do MDB


PRODUÇÃO

Dos dez itens analisados pela reportagem da Folha do Mate para o diagnóstico da produção dos 15 vereadores em 2019, André Puthin (MDB) foi ‘campeão’ em seis. Ele foi o que mais apresentou indicações (19), Projetos de Leis do Legislativo (20), pedidos de providências (150), moções (20), Projetos de Resolução (3) e votos de pesar (58). Tiago Quintana (PDT) foi o que mais fez pedidos de informações, com 22 no total; Helena da Rosa (MDB) aparece em primeiro nos requerimentos, com 10; Sandra Wagner (PSB) foi quem mais apresentou Projetos de Decretos Legislativos, cinco no total; e Ezequiel Stahl (PTB) ficou na liderança no item Projetos de Leis Complementares do Legislativo, com cinco iniciativas.

Sobre o desempenho no ano de 2019, Puthin destaca que a produção constante é característica do seu mandato. Ele lembra que tem o costume de visitar outros municípios e buscar informações a respeito de projetos que deram certo para trazer as ideias para a Capital Nacional do Chimarrão. O emedebista ainda ressalta a aplicação e capacidade de sua assessoria, que segundo ele está sempre alerta aos acontecimentos e tendências políticas. “Em três anos da atual legislatura, é a terceira vez que figuro bem no levantamento de desempenho. E pretendo continuar assim, auxiliando o cidadão venâncio-airense”, diz o vereador.

OUTROS NÚMEROS 

  • Projetos de Leis do Executivo: 223
  • Projetos de Leis Complementares do Executivo: 17
  • Emendas apresentadas: 18
  • Mensagens de vetos: 6
  • Contas de governo: 2
  • Pedidos de Tribuna: 17

LEIA MAIS: Em sessão extraordinária, Helena da Rosa é eleita presidente da Câmara

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome