Vice-prefeito Ricardo Froemming e o prefeito reeleito Carlos Gustavo Schuch prometem muito trabalho em parceria (foto: Claudio Froemming/Folha do Mate)

A partir de janeiro, o primeiro escalão da Prefeitura de Vale Verde poderá sofrer algumas alterações. A confirmação é do prefeito reeleito de Vale Verde, Carlos Gustavo Schuch (MDB), e seu vice-prefeito eleito Ricardo Froemming (PTB). “Estamos fazendo um levantamento orçamentário para saber se teremos recursos para rescindir todo o secretariado no fim de dezembro. Se isso se confirmar, iremos recontratar alguns no início do próximo ano, e junto com os partidos da coligação, analisar nomes que tenham afinidade e comprometimento, para assumir as pastas que estiverem vagas”, explicou Gustavo Schuch.

O mesmo, segundo o prefeito, pode vir a acontecer com os cargos de confiança (CCs) que poderão ser desligados, e boa parte recontratada a partir de janeiro, sendo que novos nomes podem vir a fazer parte do novo governo.

Para o prefeito, 2021 será um ano em que todas as decisões deverão ser bem pensadas e programadas “pois ao que tudo indica, teremos uma redução orçamentária, tendo em vista a pandemia e a seca do ano passado e início deste ano. Além disso, o Fundo de Participação dos Municípios (FPM) certamente será menor no próximo ano”, projeta o chefe do Executivo.

O vice-prefeito Ricardo Froemming disse que estará trabalhando diariamente a partir de janeiro, realizando uma função mais voltada ao acompanhamento dos setores de obras e agricultura, onde quer priorizar o atendimento de máquinas aos agricultores e incentivo à diversificação de culturas. “Entre algumas mudanças, quero organizar os tratores e máquinas, que deverão seguir um roteiro programado para reduzir algum gasto eventual e agilizar os atendimentos”, adiantou.

O prefeito Carlos Gustavo Schuch afirmou que o trabalho do seu vice irá completar o atendimento ao público, pois enquanto um estiver no gabinete, o outro estará na rua, e vice-versa. “Queremos deixar claro que as decisões mais importantes serão tomadas em conjunto, com as lideranças dos partidos da coligação, para que o bom entendimento, prevaleça no grupo, e favoreça o maior número de munícipes”, complementam os gestores.

Investimentos

O prefeito anunciou que a população será beneficiada, em breve, com a aquisição de três máquinas, sendo uma escavadeira hidráulica, resultado de uma emenda do deputado federal Marcelo Moraes (PTB) avaliada em R$ 400 mil; uma patrola, orçada em R$ 570 mil, resultado de uma emenda do deputado federal Alceu Moreira (MDB), e uma retroescavadeira do deputado federal Elvino Bohn Gass (PT), no valor de R$ 100 mil, com contrapartida do Município, que usará recursos oriundos de um leilão de bens inservíveis realizado recentemente.

Além disso, a meta para o próximo ano é adquirir um britador e licenciar uma pedreira, para promover uma operação de melhorias definitivas em todas as estradas do município. A construção de uma escola de ensino fundamental no centro da cidade é outra meta do novo governo.

Empresas

O prefeito afirmou que a Dália/Grupo ASA confirmou investimentos, a partir de 2022, quando pretende dobrar sua capacidade. “Também estamos conversando com duas empresas da região que têm interesse de se instalar no município e faremos o possível para efetivar a vinda das duas ou pelo menos de uma delas, em 2021”, afirmou o chefe do Executivo.

Vice-prefeito Roque Eisermann

O prefeito Carlos Gustavo Schuch elogiou sua relação com o atual vice-prefeito Roque Eisermann (MDB), durante os quase quatro anos de mandato. “Tivemos um ótimo entendimento durante toda a caminhada, o que rendeu um trabalho harmonioso e com benefícios para a nossa comunidade. Por isso, só tenho a agradecer e elogiar o Roque Eisermann, que sempre foi prestativo e desempenhou seu papel na Prefeitura com profissionalismo, comprometimento e dedicação”, concluiu Carlos Gustavo Schuch.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome