Claidir, Dirceu e George são os três pré-candidatos do PSL à majoritária (Foto: Kinha Heck/Folha do Mate)

O Partido Social Liberal (PSL), recém-criado em Venâncio Aires, anunciou nesta sexta-feira, 12, que tem três pré-candidatos para concorrer à Prefeitura na eleição municipal. O objetivo da sigla, pela qual se elegeu o presidente da República, Jair Bolsonaro, é de conquistar esse eleitor na disputa pelo Executivo.

Os três nomes anunciados são de Claidir Kerkhoff, presidente do partido; Dirceu Becker, vice-presidente; e o industrial George Losekann. Claidir cita que várias legendas estão lançando pré-candidatos para a chapa majoritária e que o PSL também está se movimentando. “Os nomes lançados até agora são todos de partidos da esquerda. Nós queremos ter um candidato da direita, que represente o presidente Jair Bolsonaro”, avaliou, admitindo que, dependendo dos contatos com outras siglas, o PSL pode compor uma chapa onde indique o candidato a vice.

Claidir disse que Progressistas e DEM, que considera também partidos de direita, são dois com quem o PSL vai discutir possibilidades de coligação para a eleição municipal. “Queremos uma chapa que seja de direita, pois as outras três que se anunciam são todas da esquerda”, reforçou a presidente do PSL em Venâncio Aires.

Assim como Claidir, Dirceu Becker e George Losekann também repetiram essa proposta, que deverá ser a base de campanha do PSL na eleição, buscando o voto do eleitor que elegeu Jair Bolsonaro presidente da República em 2018, com 26.905 votos, 67% do total de votos válidos no segundo turno da eleição presidencial em Venâncio Aires. Claidir destacou que o PSL tem 150 filiados em Venâncio Aires e quer participar da eleição municipal com candidato em chapa majoritária e uma nominata forte para a disputa à Câmara de Vereadores.

Quem são

  • Claidir Kerkhoff: Assistente social, atuou nos oito anos do governo Airton Artus (PDT) e Giovane Wickert (na época PT, hoje no PSB). Foi secretária de Habitação e Desenvolvimento Social por três anos, com trabalho voltado para as famílias carentes e para a terceira idade. “Nossa proposta será de fazer um governo voltado para a comunidade, com liberdade, sem ‘lotear’ a Prefeitura antes mesmo de ser governo”, propõe ela.
  • Dirceu Becker: Servidor público aposentado, foi do MDB por 30 anos. Deixou o partido em 2008. Natural de Vila Deodoro, interior de Venâncio Aires, ele diz que a região serrana está esquecida, sem representatividade. “Nós assumimos os compromissos do presidente Jair Bolsonaro aqui em Venâncio e vamos propor um governo com liberdade, com pessoas comprometidas em desenvolver o município e não de se favorecer dele”, comparou.
  • George Losekann: Químico industrial, atuou em empresas tabacaleiras por 43 anos. Por 14 anos atuou em multinacional na África e agora está de volta a Venâncio Aires, aposentado. “Tenho tempo, sempre apoiei amigos na política em Venâncio e agora quero participar”, disse.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome