Probabilidade é de dois candidatos concorrendo pelo comando da Prefeitura de Vale Verde (foto: Guilherme Ubatuba Teixeira)

Faltando poucos dias para que os partidos políticos realizem suas convenções (o prazo vai até o dia 16) e confirmem seus candidatos à majoritária, bem como à vereança e coligações, o que se apresenta no momento é a possibilidade de duas chapas concorrendo em Vale Verde.

No dia 16, MDB, PDT, PTB e Republicanos farão suas convenções juntos, em Vale Verde, no mesmo local e horário, o que indica o interesse em uma coligação que, segundo o prefeito Carlos Gustavo Schuch, está alinhada. O atual prefeito, que é do MDB, deve concorrer novamente, com Ricardo Froemming (PTB) como candidato a vice-prefeito.

O PDT e o Republicanos já fazem parte do governo e concorreram juntos na última eleição. A novidade neste ano é a coligação com o Partido Trabalhista Brasileiro, que segundo Ricardo Froemming, está confirmada. Ele já foi vereador e vice-prefeito no governo do então prefeito Ricardo Azeredo.

 

Demais partidos

Conforme o presidente do PSB, Jair Schulz, a sigla fará sua convenção no dia 13, oportunidade na qual decidirá sobre candidatura à majoritária, candidatos a vereadores e possíveis coligações.

O Progressistas também marcou sua convenção para o dia 13 e, segundo o tesoureiro Nestor Scherer, somente na convenção será definido como a sigla procederá em relação à eleição majoritária, bem como candidatos a vereador.

“Entendemos que esta será uma eleição atípica, em função dos problemas da pandemia, onde membros da comissão provisória do partido pegaram Covid-19, e o presidente Carlos Toillier está se tratando de um problema de saúde. Em função disso, evitamos contatos, reuniões e articulações necessárias para um pleito”, destaca Scherer. Ele diz que o entendimento da legenda é de que não deve concorrer à majoritária, mas sim, com candidatos à Câmara de Vereadores.

O Partido dos Trabalhadores (PT), conforme seu presidente, Jânio Weber, já definiu que não participará do pleito municipal deste ano. “Sempre estivemos à frente, apresentando candidatos, defendendo projetos para o melhor desenvolvimento do município, cobrando responsabilidades de quem se elege e pressionando pelo melhor uso dos recursos públicos”, afirma o presidente.

Ele lembra que as bancadas estadual e federal, independente de sigla partidária do gestor, sempre colaboraram com recursos. “Que os munícipes, assim como os filiados, façam suas escolhas democraticamente, levando em conta os que apresentam projetos viáveis, neste momento tão difícil. Estaremos atuando, para que os eleitos façam jus às opções por parte dos eleitores, e estaremos nos rearticulando para as próximas eleições. Que a democracia seja o norte das disputas políticas, sem ódio ou rancor”, conclui Jânio Weber.

Prazos

O prazo final para as convenções partidárias, que definirão candidatos às eleições municipais deste ano, é 16 de setembro. As legendas precisarão eleger internamente a nominata de postulantes aos cargos de vereador, prefeito e vice-prefeito, caso haja chapa majoritária. Já o prazo final para a apresentação do pedido de registro de candidatura à Justiça Eleitoral é 26 de setembro.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome