Prefeitura alerta sobre poda irregular de árvores

-

Como chegou a época de podas, a Secretaria do Meio Ambiente realiza um trabalho de conscientização e educação ambiental com o objetivo de proteger a vegetação e impedir a poda drástica ou o suprimento total das árvores na área pública. Atualmente, o serviço de poda pode ser feito pela equipe da Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos (SISP) ou pela própria comunidade, desde que se respeite o limite de corte, que hoje é de 30% da massa verde.

 

O cuidado, de acordo com os técnicos da pasta, é importante para não prejudicar as árvores. A retirada total das folhas e galhos, por exemplo, facilita a entrada de fungos e bactérias e com o tempo, pode levar a morte da vegetação. Para não causar danos, é preciso que se corte apenas os galhos mais baixos ou então os mais altos, colocando, após a poda, um fungicida.

 

Quando a árvore estiver interferindo na rede de iluminação ou de telefone, deve ser solicitado à companhia de energia ou de telefonia. A poda somente poderá ser realizada nos meses de maio, junho, julho e agosto, período em que as árvores entram em fase de dormência e, portanto, são menos prejudicadas.

 

Caso o contribuinte deseje que os resíduos do corte ou poda sejam recolhidos pela prefeitura, deverá informar anteriormente, através da Secretaria de Obras, pelo fone 3983-1106, sobre a data em que o caminhão passará na determinada rua. Os resíduos poderão ser depositados na calçada apenas no dia do recolhimento. “Antes de realizar a poda, é importante fazer o contato com a Secretaria de Obras para saber quando será feito o itinerário na sua rua ou no seu bairro. Assim estes galhos e folhas não ficam depositados por vários dias”, avisa o secretário César Ernsen.

 

De acordo com o código de posturas do município, os galhos podados da vegetação pública é de responsabilidade da prefeitura. O recolhimento e o destino deste material ficam a cargo do município, no entanto, não é encargo da Administração a coleta de galhos e folhas oriundas de limpezas de pátios, pomares e partes internas das residências. A Secretaria orienta que as pessoas armazenem estas sobras em sacos plásticos e coloquem no lixo orgânico.

 

Ainda conforme a legislação municipal, quem descumprir estas regras do Código de Posturas pode ser notificado ou até mesmo multado. As podas drásticas geram multa de R$ 500 por árvore. Por isso, a Secretaria se coloca à disposição para auxiliar e tirar dúvidas da comunidade. Quem tiver interesse nos esclarecimentos pode ligar para o telefone 3983 1034.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Venâncio Aires

Destaques

Últimas

Exclusivo Assinantes