Foto: Reprodução / DivulgaçãoO grupo instalou equipamentos como armadilhas fotográficas em uma propriedade, no meio do mato, na região do município de Sério
O grupo instalou equipamentos como armadilhas fotográficas em uma propriedade

O grupo que integra a Rede de Proteção Ambiental e Animais (Repraas) investiga a possível presença de um Puma Concolor (também conhecido como onça-parda, leão-baio) na região do Vale do Sampaio, nas imediações da divisa dos municípios de Sério e de Venâncio Aires. São 400 quilômetros quadrados de área a ser pesquisada. “Mesmo que ainda não tenhamos provas concretas da sua ocorrência na região, estou convencido de que realmente há um ou alguns Pumas ou leões-baios vivendo no Vale do Taquari/Rio Pardo. Todos os conhecedores da espécie concordam comigo”, afirma o pesquisador Jaime Diehl.

No sábado, dia 15, o grupo instalou equipamentos como armadilhas fotográficas que detectam calor e movimento, em uma propriedade, no meio do mato, na região do município de Sério.

Os equipamentos têm o objetivo de revelar, por foto-captura, a existência da espécie Puma Concolor na região, a comprovação poderá ocorrer por meio de extração de DNA de material fecal ou pelos que eventualmente serão encontrados por uma equipe de apoio, formada pelos moradores do local. Depois de 20 ou 30 dias a equipe de pesquisadores retorna ao local para verificar os equipamentos e os resultados.

Confira a reportagem completa no flip ou edição impressa de 18/02/2014

 

 

Foto: Reprodução / DivulgaçãoPegadas foram submetidas a análise e confirmam ser de felino
Pegadas foram submetidas a análise e confirmam ser de felino