Passado o envolvimento com as festividades de fim de ano, é momento de unir esforços para o Carnaval de Rua 2019, que será realizado nos dias 2 e 4 de março em Venâncio Aires. Neste ano, quatro escolas confirmaram participação nos desfiles: Fiel Tribo Guarani, Acadêmicos do Samba Négo, Malandros do Ritmo e Unidos da Vila Freese.

Segundo o assessor de Cultura do município, Saul Zart, a ideia é que além das escolas de Venâncio, mais quatro de fora participem do desfile. “Já conversamos com duas escolas de Rio Pardo que mostraram grande interesse”, comenta.

Além disso, Zart afirma que fez contato com outros municípios da região e carnavalescos de Porto Alegre se mostraram interessados em vir para a Capital do Chimarrão. As decisões devem ser tomadas conforme a captação de recursos para custear a vinda das escolas.

Com as representantes de Rio Pardo foi acertado o valor de R$ 7 mil para a participação no desfile. Os carnavalescos ficaram de dar a confirmação da vinda após uma reunião com a Prefeitura de Rio Pardo para definição dos dias de desfile. “As escolas de Venâncio desfilam nos dois dias e a ideia é que tenhamos mais duas de fora em cada dia de Carnaval”, ressalta.

REPASSESZart destaca que cada escola de Venâncio Aires já recebeu o valor de R$ 7.500 de uma empresa patrocinadora que repassou o valor diretamente para a Liga do Samba de Venâncio Aires (Lisva). Fora isso, a Prefeitura pretende repassar até a segunda quinzena de fevereiro R$ 30 mil para cada escola participante. “A intenção é repassar R$ 30 mil mas vai depender da captação de recursos”, explica. Zart lembra que a estimativa em anos anteriores foi a mesma mas que em 2017 foi adquirido R$ 20 mil e, em 2018, R$ 27 mil para cada escola.

PREPARATIVOSAs escolas de samba já começaram os preparativos para os desfiles de março. Reuniões estão sendo feitas entre as equipes e definição de tema-enredo já foi feita pelos carnavalescos. Até o fim deste mês, as quatro escolas devem iniciar a intensificação dos ensaios.

Neste ano, o desfile será realizado no Acesso Dona Leopoldina e não na rua Osvaldo Aranha como vinha sendo feito em anos anteriores. “Acreditamos que lá a segurança será maior. Nesta semana vou me reunir com a capitão da Brigada Militar para saber quantos brigadianos vão trabalhar nos desfiles”, afirma.

Foto: Roni Muller / Folha do MateUnidos das Vilas, que no ano passado destacou a inclusão, não vai participar do desfile deste ano
Unidos das Vilas, que no ano passado destacou a inclusão, não vai participar do desfile deste ano

Unidos das Vilas está fora do Carnaval deste anoA Escola de Samba Unidos das Vilas decidiu não participar do Carnaval neste ano. Segundo o carnavalesco Noredi Rodrigues, a agremiação decidiu não participar do desfile neste ano por conta do envolvimento e desgaste, mas declarou o apoio ao presidente da escola, Gilberto Schwingell, que optou pela desistência da participação da escola.

“A projeção é boa para este ano mas decidimos dar um tempo para recarregar as energias”, afirma Rodrigues.