Recuperação de nascentes: família de Linha Cachoeira Baixa foi a primeira contemplada do ano

-

Entre os diversos recursos que a natureza oferece, a água é uma das mais essenciais aos seres vivos. O recurso natural é um item insubstituível e tem uma atenção especial no município de Venâncio Aires. Desde 2018, o Comitê das Nascentes do Arroio Castelhano trabalha com o foco de proteger nascentes e busca garantir a qualidade e quantidade da água.

Neste ano, o Comitê já está recuperando a quinta fonte, dessa vez em Linha Harmonia da Costa. Uma das primeiras famílias contempladas em 2021, foi a do produtor rural Ivo Kramer, de Linha Cachoeira Baixa.

Conforme a produtora rural, Marlene Schmidt Kramer, 43 anos, desde 2007 quando a família veio morar na propriedade a água potável sempre foi um problema. “Puxávamos água de longe e no verão, para poupar, deixávamos a água potável para nossa casa e para os animais íamos buscar no arroio”, frisa.

No início desse ano, a família foi contemplada com a recuperação da nascente que está localizada a cerca de 50 metros da residência. “Tem mais umas vertentes por aqui, mas essa é a mais forte”, refere-se à recuperada.

A família produtora de tabaco cita que ao serem contemplados com a recuperação da nascente perceberam a melhora na qualidade de vida. “Faz dias que não chove, a água está bem fraca, mas se a gente poupar, a gente tem. Sem contar que essa água está limpa, potável”, reforça a agricultora.

Segundo o filho mais velho, Daniel Roberto Kramer, o próximo passo é revitalizar o espaço. “A fonte é fraca, mas nunca seca e agora que ela foi recuperada vamos plantar árvores ao redor para proteger e estimular que cada vez tenha mais água”, enaltece.

Como funciona a recuperação de uma fonte

•O primeiro passo na recuperação das nascentes é a construção de um reservatório para a água, que é isolada para evitar a contaminação com folhas, dejetos e outros materiais.

•Depois de filtrada, a água segue encanada para as residências. Enquanto isso, parte dela segue o ‘caminho’ normal do córrego até desembocar no arroio.

•Uma das preocupações do projeto é sempre cercar a área. Isso é necessário pois, se houver animais em volta, eles podem pisotear a terra e fechar a nascente, além de defecar no local.

•Com essa proteção, se evita a contaminação da água e se possibilita o aumento do volume.

Fontes recuperadas em 2021

•Linha Cachoeira Baixa (Ivo Kramer)
•Cerro do Baú (Nascente ao lado do britador)
•Linha Arroio Grande (Sergio e Cléber da Costa)
•Linha Arroio Grande (Eroni Sagena)

•Linha Harmonia da Costa (Eusébio Schwendler) – em execução

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques

Últimas

Exclusivo Assinantes