Sausen: “Sem penalizações para nos aposentarmos”. (Foto: Edemar Etges/Folha do Mate)

Na próxima terça-feira, 18, em Santa Cruz do Sul, ocorrerá uma reunião da Regional 9 da Federação da Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul (Farsul), com a presença dos Sindicatos Rurais de Venâncio Aires, Santa Cruz do Sul, Candelária, Arroio do Tigre e Sobradinho. E e entre os assuntos da pauta principal estará a Reforma da Previdência. A reunião se iniciará às 9h, e ocorrerá Sindicato Rural de Santa Cruz do Sul.

O presidente do Sindicato Rural de Venâncio Aires, Ornélio Sausen, reforça o assunto principal da pauta, e lembra que assessora jurídica do sindicato, Isabel Oestreich, já foi a Brasília discutir sobre a Reforma da Previdência. Como integrante da comissão da Pequena Propriedade da Farsul, Sausen salienta que a Regional 9 também fará a sua parte e que durante a reunião, será elaborado um oficio solicitando que a agricultura familiar não seja incluída na reforma. “Não podemos ser penalizados com mais tempo para nos aposentarmos e com cobrança de contribuição para o Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), além do que já é descontado nas vendas dos nossos produtos”, salienta.

MANIFESTAÇÕES

Sausen manifesta o apoio do Sindicato Rural às manifestações em favor da Educação e contra a Reforma da Previdência que ocorrerão nesta sexta, 14. O dirigente esclarece aos associados que a entidade não participará da greve geral porque não foi convidada a participar do Comitê Suprassindical que lidera o movimento em Venâncio Aires. “Porém, reconhecemos a importância do assunto”, frisa.

DIRETORIA

O dirigente convoca todos os integrantes da diretoria para a reunião bimestral desta sexta-feira, 14, às 9h, para tratar de assuntos importantes da entidade, quando serão prestadas contas de como estão as atividades no sindicato.

Sausen reforça que amanhã será realizada novamente a feira do produtor rural, com produtos como salsichão, linguiça, melado, schimier, açúcar mascavo, pães, cucas, vassouras de palha artesanais, flores, folhagens, mudas de hortaliças, artesanato, conservas, entre outros. A feira funcionará das 8h às 16, sem fechar a meio-dia. “Venha prestigiar!”, convida.

“Queremos que fique tudo como está, uma vez que já somos tão castigados com a falta de uma politica agrícola que garanta preços mínimos para a maioria das culturas.”

ORNÉLIO SAUSEN

Presidente do Sindicato Rural de Venâncio Aires

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome