Sabrine e Mateus realizam as feiras duas vezes por semana (Foto: Rosana Wessling/Folha do Mate)

O cooperativismo tem um papel fundamental na agricultura familiar. Em Venâncio Aires, a Cooperativa dos Produtores Rurais (Cooprova) tem feito a diferença na vida de muitas famílias. Mateus de Borba, 35 anos, morador de Vila Arlindo, é um dos associados que reconhece o trabalho fundamental da entidade na vida dos produtores.

Borba foi um dos sócios-fundadores em 2009 e destaca que ao longo dos anos a cooperativa foi se fortalecendo e ampliando o mercado. “No início, nós produtores só tínhamos as feiras, hoje, temos os editais dos presídios, merenda escolar, Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e lógico, as feiras, que estão crescendo a cada ano. Hoje só falta feira no domingo, pois nos outros dias já tem.”

Morador do sétimo distrito, Borba revela que há mais de 15 anos trabalha com verduras. No início conciliava com a cultura do tabaco. “Chegou uma fase que não dava mais. Precisava optar e me dedicar”, conta.

Ao lado da esposa Sabrine Schroeder, 35 anos, a família planta ‘de tudo’. “A gente tem verduras o ano todo. Com a irrigação, conseguimos ter hortaliças, até nas épocas mais críticas”, complementa Sabrine.

O casal relembra que o início foi lento e aos poucos o trabalho apresentou resultados. Com o passar dos anos a plantação foi crescendo e hoje, 5,3 dos hectares recebem os hortifrutigranjeiros. A cada dois dias na semana, o casal realiza as feiras, nos fundos da Prefeitura. Além do casal, a mãe e irmã de Borba auxiliam na produção. “Minha família toda é verdureira, então tive essa experiência. Mas é preciso gostar do que faz. Não é só plantar, tem que cuidar, estudar e se adaptar”, destaca Borba.

A principal fonte de renda vem das feiras realizadas na Cooprova. Além disso, Borba atende restaurantes e programas da cooperativa. “Hoje nada se perde. A gente tem um ciclo dentro da cooperativa. Muita união também, é assim que dá certo.”

EVENTO

Todo ano, para marcar o Dia do Cooperativismo, no dia 4 de julho, a Cooprova participa de eventos de intercooperação e integração com cooperativas da região. Em 2020, Venâncio Aires seria a sede do evento, como explica a secretária administrativa da Cooprova, Carine Larsen. “A cada ano a gente se reúne e estabelece metas para os próximos 12 meses. Depois no encontro a gente compartilha os erros e acertos. É um momento rico em troca de experiências”, frisa.

Neste ano, as trocas de experiências serão virtuais. A página da Cooprova, no Facebook, está sendo o espaço de compartilhamento de vídeos e explicações sobre o cooperativismo e ações da entidade. “Cada entidade vai compartilhar suas experiências. Por exemplo, aqui em Venâncio, o Vale-feira era a meta e assim conseguimos esse espírito de cooperação neste grande projeto”, destaca Carine.

Para este ano, a Cooprova tem como meta buscar parcerias para construir um pavilhão. “Temos vários projetos em planejamento. Mas precisamos de espaço para executar, um deles é o projeto dos sucos”, complementa Carine.

“O pequeno produtor é aquele que faz a diferença para fortalecer a cooperativa. Aqui na Cooprova eles conseguem ter o crescimento e percebemos isso através de novos sócios, do ingresso de jovens e pela diversificação no município.”

CARINE LARSEN
Secretária Administrativa da Cooprova

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome