Dentre os diversos animais de estimação do garoto estão os porcos (Foto: Rosana Wessling/Folha do Mate)

Em Linha Marechal Floriano, o adolescente Henrique Sulzbacher, 15 anos, cria seus bichinhos. É na tranquilidade do interior de Venâncio Aires que ele ‘cultiva’ sonhos para o futuro. Em meio ao canto dos pássaros e de uma natureza que só a área rural pode proporcionar, o jovem tem uma verdadeira admiração pelos animais.

Ele conta que, pelas suas lembranças, desde os 3 anos já tem animais de estimação. “Lembro que meu primeiro bichinho foi o Snoopy, meu cachorro. Eu tinha 3 aninhos quando ganhei ele.” Desde então, a lista de animis de estimação só foi crescendo.

Hoje, o garoto que estuda no 7º Ano da Escola Estadual de Ensino Médio Wolfram Metzler, tem a cachorra Frida, sua fiel companheira. “Ela está sempre comigo, onde eu vou ela está junto.”

Além disso, o jovem tem dois peixes, o Red e o Blue, as galinhas Maria e Magali, pássaros, coelhos, porcos e terneiros. Enfim, a lista é extensa. O detalhe é que todos os animais são ‘batizados’ pelo Henrique.

Uma das tarefas preferidas do Henrique é ordenhar a vaca (Foto: Rosana Wessling/Folha do Mate)

A ligação entre Henrique e os animais é fora do comum. A mãe Amélia Sulzbacher conta que ao ouvirem a voz do filho, os pássaros e as galinhas começam a fazer barulho. “Eles só se aquetam quando o Henrique vai lá e conversa com eles. Chega a ser engraçado.”

Entre as diversas histórias da família com os animais, uma marcou. “O Henrique tinha uma gata que só estava ao redor dele. Teve um dia que ela quase embarcou com ele no ônibus para ir junto à escola”, lembra a mãe.


“Hoje a entrevista foi com o Henrique SulzBacher, estudante e que gosta de animais. No futuro vai ser com o Henrique, médico veterinário e dono da Fazenda Sulzbacher.”

HENRIQUE SULZBACHER – Estudante e apaixonado por animais


Conforme Amélia, os animais fazem bem ao filho, e além de cuidar e amar eles, o garoto é super-responsável e os trata sozinho. “Eu trato eles, converso por diversas vezes ao dia. Quando estou triste converso com eles para desabafar, eles são meus melhores amigos. Eu amo meus bichos, eles me fazem bem e me entendem”, confessa Henrique.

Desde muito pequeno, o filho da dona Amélia ajuda nas tarefas de casa e participa da lida do campo. Hoje, ele ajuda nas tarefas mais simples até nas mais inusitadas. O Henrique tira leite das vacas, trata os porcos, faz todas as tarefas que envolvem os bichos e a mãe confessa: “ele é muito mais ágil que eu, tira leite em minutinhos”.

Galinha Maria adora ler a Folha do Mate (Foto: Rosana Wessling/Folha do Mate)

Entre os próximos desejos, Henrique conta que quer ter uma tartaruga. Mas o sonho do garoto é outro. “Quero ser médico veterinário e ter uma fazenda. A fazenda da família Sulzbacher.” Além dos bichos que ele tem, os do vizinho também são apegados. “O cachorro do vizinho gosta muito de mim, eu chego e falo ‘me dá um abraço’ e ele pula em mim”, comenta.

Durante a entrevista, Henrique foi lembrando de vários animais que já teve, dentre eles, muitos fora do comum para se ter de estimação. Além da memória, ele coleciona um álbum de fotos desde pequeno com os animais que tem e já teve. Dentre as fotos, uma chama atenção: a galinha Maria lendo a Folha do Mate. Henrique confessa que ela gosta de participar da leitura do jornal.

Cachorra Frida também é companheira de Henrique (Foto: Rosana Wessling/Folha do Mate)

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome