Comitê das Nascentes do Castelhano inicia intervenção da 21ª fonte

-

Há três anos, o Comitê das Nascentes do Arroio Castelhano realiza estudos e mapeamentos de propriedades do interior de Venâncio Aires com vertentes naturais e coordena as ações de revitalização das nascentes. Neste ano, o Comitê já está em fase re recuperação da quinta fonte, agora em Linha Harmonia da Costa.

Desde a criação do Comitê, conforme dados do chefe do escritório local da Emater/RS-Ascar, Vicente Fin, 21 fontes foram recuperadas e, até o momento, 297 já estão mapeadas e catalogadas, da bacia do Castelhano. Além disso, Fin observa que 23 nascentes de outras bacias, como Sampaio e Taquari, já estão mapeadas e inscritas para receber a recuperação. “Temos 89 fontes que estão aguardando para receber a intervenção”, explica.

Apesar de estar com recuperação da quinta fonte em 2021, o integrante do comitê e servidor público Rui Delcio Schwinn comenta que a estimativa da Secretaria do Meio Ambiente é recuperar 12 nascentes por ano. “Esse número varia conforme os recursos que a gente consegue captar pelo Comitê”, reforça.

O trabalho de recuperação das nascentes, segundo Fin, além de garantir mais saúde para as famílias do interior que têm as vertentes como recurso hídrico, aumenta a disponibilidade de volume de água no Castelhano para abastecer a cidade.

“Uma proteção de fonte bem feita melhora a qualidade da vertente, da família e do meio ambiente.”
VICENTE FIN – Chefe do escritório local da Emater

Como funciona a recuperação de uma fonte

•O primeiro passo na recuperação das nascentes é a construção de um reservatório para a água, que é isolada para evitar a contaminação com folhas, dejetos e outros materiais.
•Depois de filtrada, a água segue encanada para as residências. Enquanto isso, parte dela segue o ‘caminho’ normal do córrego até desembocar no arroio.
•Uma das preocupações do projeto é sempre cercar a área. Isso é necessário pois, se houver animais em volta, eles podem pisotear a terra e fechar a nascente, além de defecar no local.
•Com essa proteção, se evita a contaminação da água e se possibilita o aumento do volume.

Fontes recuperadas em 2021

•Linha Cachoeira Baixa (Ivo Kramer)
•Cerro do Baú (Nascente ao lado do britador)
•Linha Arroio Grande (Sergio e Cléber da Costa)
•Linha Arroio Grande (Eroni Sagena)
•Linha Harmonia da Costa (Eusébio Schwendler) – em execução

LEIA MAIS:

notícias últimas Folha do Mate

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques

Últimas

Exclusivo Assinantes