pintinho Golden Chicken número 1 incubatório Dália
Pintinho foi 'batizado' como Golden Chicken número 1, em alusão à Linha de Frango Dália (Foto: Divulgação/Dália)

O Incubatório da Cooperativa Dália Alimentos, em Mato Leitão, registrou o nascimento do primeiro pintinho no domingo, 11. Ele foi ‘batizado’ como Golden Chicken número 1, já que ‘Golden Chicken’ é o nome dado à Linha de Frango Dália, no mercado desde fevereiro deste ano.

Segundo a Assessoria de Comunicação da cooperativa, o fato é mais um marco histórico para a Dália, que ingressou na avicultura para diversificar o seu mix de produtos em 2019, junto à suinocultura e à pecuária leiteira. A Dália estruturou um programa completo, desde o matrizeiro, o incubatório, os condomínios para a criação dos frangos até o frigorífico para o abate das aves, além das fábricas de rações e farinhas.

Conforme o técnico da Dália, Jean Pierre Wathier, o pintinho nasceu prematuro – os demais começaram a sair da casca na terça e quarta-feira. Em funcionamento desde o dia 22 de setembro, o incubatório está localizado na comunidade de Palanque Pequeno, em uma área com 5,86 hectares.

Semanalmente, são incubados 86 mil ovos, com uma média entre 73 e 75 mil pintinhos nascidos. “Ao chegaram no incubatório, os ovos permanecem nas 12 incubadoras pelo período de 19 dias, depois são vacinados e alocados no nascedouro, por dois dias, até o nascimento. Este primeiro, o Golden Chicken 01, apressadinho, nasceu antes do tempo. Foi um momento emocionante para todos nós, porque é mais uma etapa que marca a nossa história profissional e, principalmente, a da Dália, que está investindo tecnologia e inovação neste projeto”, diz.

Técnico Jean Pierre Wathier com o primeiro pintinho nascido no incubatório
Técnico Jean Pierre Wathier com o primeiro pintinho nascido no incubatório (Foto: Divulgação/Dália)

Quando todas as fases do Programa Frango de Corte da Dália Alimentos estiverem 100% concluídas, com previsão para agosto de 2021, o incubatório deverá gerar 1,250 milhão de pintinhos por mês. “A expectativa é estruturar uma equipe com 26 funcionários e quanto aos ovos férteis, inicialmente, estão sendo fornecidos por uma empresa terceirizada. A produção própria da Dália iniciará em dezembro, no Matrizeiro de posse da Empresa ASA, localizado em Vale Verde, com previsão diária de produção de 50 mil ovos férteis.

“Em dezembro, uma nova situação será motivo de comemoração, pois no incubatório nascerá o primeiro pintinho de ovos oriundos do Matrizeiro ASA. Com isso, consolidaremos o início oficial do Programa Frango de Corte em toda a sua cadeia produtiva. Será um fato positivo, pois com ele a produção será 100% do Programa Dália.”

CARLOS ALBERTO DE FIGUEIREDO FREITAS – presidente executivo da Dália Alimentos

Depois do nascimento dos pintos, é realizada a sexagem, com separação dos machos e fêmeas, e os pintinhos são encaminhados aos condomínios, onde são criados por 42 dias até o abate na planta da Dália, em Arroio do Meio.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome