Extensionista rural Social da Emater/RS-Ascar, Ana Claudia Miotto, é a responsável pelo escritório de Passo do Sobrado. (Foto: Divulgação)
Extensionista rural Social da Emater/RS-Ascar, Ana Claudia Miotto, é a responsável pelo escritório de Passo do Sobrado. (Foto: Divulgação)

Desde o início da pandemia causada pelo novo coronavírus a Emater/RS-Ascar, em parceria com a Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), adaptou sua forma de trabalho com o intuito de preservar a saúde do público assistido e também dos empregados.

Com isso, o atendimento por ligações e conversas em aplicativos de mensagens mantém o vínculo da instituição com agricultores assistidos, além de se tornar uma importante ferramenta de trabalho que permite o atendimento de algumas demandas de modo rápido e prático. É por meio dessas tecnologias que agricultores também podem agendar visitas às propriedades rurais quando necessário.

Outra prática que precisou se adaptar foi a rotina junto aos grupos de mulheres rurais e associações de agricultores. No município de Passo do Sobrado os grupos que tradicionalmente realizavam reuniões para discutir diferentes assuntos, agora conversam e trocam experiências por meio das redes sociais.

A extensionista rural Social da Emater/RS-Ascar, Ana Claudia Miotto, explica que muitos atendimentos, cursos, reuniões e materiais técnicos têm sido feitos e enviados de forma remota, através do WhatsApp, com resultados satisfatórios. “Sentimos falta de reunir os grupos, de fazer oficinas, cursos, práticas, enfim, da troca de conhecimentos que acontecia durante os encontros presenciais, mas nem por isso deixamos de fazer o nosso trabalho”, ressalta.

A extensionista relata que existem muitas demandas que surgem através das redes sociais. “Um exemplo disso, foi um pedido de uma agricultora de Passo da Mangueira que buscava uma receita de sabão. Após o contato, providenciamos a receita e o vídeo explicativo de como fazer e, no mesmo dia, já recebemos o retorno com a foto do sabão pronto. Isso é muito gratificante, poder auxiliar e transformar o dia a dia dos agricultores, mesmo sem estar presente fisicamente”.

A agricultora a qual a extensionista cita é Elisete Mello, que aprovou a nova forma de comunicação com a Emater/RS-Ascar. “A receita é muito boa. O atendimento e a atenção, mesmo que por mensagens, foram ótimos. Em minutos já tive a resposta para a minha demanda”, avalia a agricultora.

Ana ressalta que os trabalhos presenciais com os grupos estão em pausa momentânea, mas seguem via telefone e aplicativos de mensagens. Os demais atendimentos e visitas individuais seguem dentro do normal, com agendamento prévio e sempre observando o uso de máscaras e álcool gel, bem como, o distanciamento.

Contato

Para entrar em contato com a equipe de extensionistas rurais da Emater/RS-Ascar de Passo do Sobrado, os agricultores podem utilizar os contatos: celular/Watsapp (51) 9 9815-9073 e e-mail: [email protected].

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome