Trabalho de recuperação do solo com o uso de adubação verde terá continuidade em 2020 (Foto - Edemar Etges/Arquivo FM)

Junto com a prestação de contas das principais atividades desenvolvidas em 2019 pelos extensionistas rurais do escritório municipal da Emater/RS-Ascar, o chefe do escritório e engenheiro agrônomo, Vicente João Fin, também entregou o Plano Operativo da Assistência Técnica e Extensão Rural e Social para o exercício de 2020.

Fin salienta que os principais eixos institucionais da política da Assistência Técnica e Extensão Rural e Social (Aters) para 2020 serão a Defesa e garantia de direitos; Inclusão social e produtiva; Ações socioambientais e; Melhoria das condições de trabalho. As prioridades, segundo Fin, foram definidas por meio de reuniões com a equipe, aprovadas pelo Conselho Municipal de

Desenvolvimento Rural (Comder) e conselhos municipais, conselheiros e entidades parceiras, grupos organizados de produtores, associações, Cooperativa de Produtores de Venâncio Aires (Cooprova) e Administração Municipal via Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural.

Os principais elementos do estudo de situação que orientam o Plano Operacional para 2020, segundo Fin, são as demandas do Município, Estado e União; dificuldades de comercialização e de organização rural e pouca diversificação das propriedades e atividades novas de renda; êxodo rural e falta de sucessão familiar; novas oportunidade e baixo aproveitamento da matéria-prima e na agregação de renda; necessidade de melhoria de infraestrutura e qualidade de vida rural e; existência de famílias que não produzem diversidades de alimentos suficientes.

Agroindústrias familiares também serão contempladas com o trabalho da Aters (Foto: Edemar Etges/Arquivo FM)

ATIVIDADES

Fin apresenta as dez principais atividades que serão desenvolvidas pela Aters em 2020: Segurança e soberania alimentar (público alvo – 550 agricultores familiares); Bovinocultura de leite (público alvo – 105 agricultores familiares); Crédito rural (público alvo – 300 agricultores familiares); Solos (público alvo – 210 agricultores familiares; Acesso a políticas públicas, a direitos sociais e socioassistenciais (público alvo – 375 agricultores familiares); Olericultura (público alvo – 60 agricultores familiares); Agroindústrias familiares (público alvo – 35 agricultores familiares); Aters Mulheres Rurais (público alvo – 345 agricultores familiares); Saneamento básico (público alvo – 35 agricultores familiares); e, milho (público alvo – 35 agricultores familiares).

SAIBA MAIS

  • O número de estabelecimentos rurais familiares em Venâncio Aires soma 5,5 mil.
  • O número de estabelecimentos rurais não familiares no município soma 60.
  • No total, o número de localidades do município é de 116.
  • O número de localidades assistidas pelos extensionistas da Emater local soma 95.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome