Hospital São Sebastião Mártir Venâncio Aires
Hospital começou a funcionar no atual endereço, na Tiradentes, em 1938, em prédio de dois pavimentos (Foto: Arquivo/HSSM)

O Hospital São Sebastião Mártir (HSSM) foi criado em 22 de julho 1935, mas a ideia surgiu quatro anos antes, por iniciativa de um grupo liderado pelo vigário Albino Juchem, o prefeito de Venâncio Aires, Arthur Rocha, e o médico Reynaldo Schmaedecke.

As atividades iniciaram, provisoriamente, em um edifício na rua Osvaldo Aranha, de propriedade dos herdeiros de Arthur Koelzer, com apoio da Administração Municipal e das irmãs da Ordem da Divina Providência. Conforme registros da Folha do Mate, em caderno comemorativo aos 60 anos do HSSM, o primeiro local onde funcionou a casa de saúde ficava próximo ao atual Cachorrão do Magrão (Xis do Ilgo), no prédio do antigo Escritório Rüdiger.

Em 1936, foram iniciadas as obras do prédio com dois pavimentos, na rua Tiradentes, no terreno atual. Em 22 de outubro do mesmo ano, as irmãs da Ordem da Divina Providência – madre superiora Eusícia Möller, enfermeira Stella Vieira e cozinheira Elisa Kauling, da Beneficência Portuguesa – chegaram em Venâncio Aires para atuar no hospital.

Primeira diretoria do HSSM

  • Presidente de honra: Albino Juchem
  • Presidente: Arthur Selbach
  • Vice-presidente: Oscar Maximiliano Bender
  • Secretário: Pedro Marques da Rocha
  • Tesoureiro: Willibaldo Edmundo Becker
  • Conselho fiscal: Willy Schmidt, Ornélio de Campos, Odilo Bender e Benno Feix

Primeiros especialistas

Os primeiros especialistas começam a atuar no HSSM em meados de 1975. Segundo o médico aposentado Flávio Seibt, ele foi o primeiro pediatra; Milton Deves, o primeiro anestesista; Cláudio Pimental, ginecologista e obstetra; e Jorge Nazário, cardiologista. Antes disso, todos profissionais que passaram pelo hospital atuavam como clínicos gerais.

Linha do tempo

  • 1935 – Fundado o Hospital São Sebastião Mártir, em 22 de julho.
  • 1936 – Início das obras do prédio com dois pavimentos, no terreno atual, e chegada das primeiras religiosas da Ordem da Divina Providência.
  • 1938 – Início do funcionamento no atual terreno.
  • 1977 – Criada a Associação dos Funcionários
  • 1981 – Encerram-se as atividades das Irmãs da Divina Providência junto ao hospital.
  • 1988 – Fundação da Escola Infantil Casa da Amizade, creche mantida até hoje pelo hospital, para atender as necessidades dos funcionários.
  • 1990 – Lançamento da campanha de ampliação do HSSM.
  • 1993 – Início das atividades do serviço de hemodiálise.

1995 – Inauguradas as novas instalações do Centro Obstétrico, Bloco Cirúrgico, Laboratório de Análises Clínicas, Banco de Sangue e Fisioterapia.

Em 1995, foram inauguradas as obras de ampliação da casa de saúde (Foto: Arquivo/Folha do Mate)
  • 1997 – Inaugurado o Pronto Atendimento e o serviço de Tomografia. No mesmo ano, é criada a Comissão Científica e ocorre a 1ª Jornada de Enfermagem
  • 1999 – Inaugurada reforma da Unidade Azul, ala destinada à internação de pacientes particulares e de convênios.
  • 2000 – Inauguradas as novas instalações do setor de Pediatria.
  • 2001 – Início das atividades do serviço de mamografia
  • 2002 – Reformas e inauguração do novo setor de recepção
  • 2003 – Reforma no Centro de Tratamento Especial (CTE) e Maternidade, com a abertura do Alojamento Conjunto.
  • 2006 – Início do serviço de Atendimento Domiciliar.
  • 2007 – Com aporte financeiro da CTA Continental Tobaccos Alliance S/A é entregue à comunidade o novo pronto atendimento 24 horas.
  • 2009 – Inauguração do novo Centro Cirúrgico
  • 2010 – Início das reformas da Maternidade, do Centro Obstétrico, do Berçário e da Unidade de Processamento de Roupas. Nova cobertura em 2 mil m² de telhado
  • 2011 – Inauguração do Centro Obstétrico e das reformas na lavanderia. No mesmo ano, no dia 20 de julho, por meio do Decreto Municipal 4.912, ocorreu a intervenção e a nomeação de uma Comissão Intervencionista para gerir todas as ações do hospital. A comissão atuou até maio de 2013, quando foi eleita nova diretoria.
  • 2013 – Em 1º de fevereiro, o HSSM reassume o serviço de radiologia, anteriormente terceirizado e passa a oferecer exames de raios X com novos equipamentos com tecnologia digital à comunidade.

    Após 13 anos de campanha e mobilizações da comunidade, UTI foi inaugurada em 2013 (Foto: Alvaro Pegoraro/Arquivo Folha do Mate)
  • 2013 – Em 7 de março, é inaugurada a UTI.
  • 2014 – Hospital passa a gerenciar a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), por meio de convênio com o Município.
  • 2018 – Em 1º de abril, todo o serviço de imagem, antes terceirizado, é assumido pelo hospital e passa a se chamar Centro de Diagnóstico por Imagem (CDI).
  • 2019 – Em 30 de setembro, o Município institui a ‘Comissão de Elaboração do Plano de Apoio à Gestão Administrativa, Financeira e Operacional do Hospital São Sebastião Mártir – HSSM’.
  • Hospital é referência para Venâncio Aires e municípios da microrregião (Foto: Carlos Dickow/Arquivo FM)

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome