A Secretaria Municipal da Saúde realiza neste sábado, 29, no Largo do Chimarrão, ação para reforçar a importância da prevenção e combate às doenças sexualmente transmissíveis (DSTs), em especial a Aids.

O atendimento à população será das 8h às 12h, com a realização de testes rápidos de HIV e Sífilis e a distribuição de camisinhas e folders da campanha educativa da Secretaria sobre o vírus e a síndrome. A ação é alusiva ao Dia Mundial da Luta contra a Aids, que é comemorado anualmente no dia 1º de dezembro.

O combate às DSTs tem sido reforçado nos últimos meses em Venâncio Aires. Entre as ações realizadas, estiveram a palestra com o médico psiquiatra Jairo Bouer, o aumento da realização dos testes rápidos e o incentivo ao envolvimento dos jovens na conscientização.

Foto: Geferson Kern / AI PrefeituraDemonstração de teste rápido de sífilis, feita com servidoras da Secretaria Municipal da Saúde.
Demonstração de teste rápido de sífilis, feita com servidoras da Secretaria Municipal da Saúde.

Os estudantes foram inclusive desafiados, numa promoção da Secretaria da Saúde e da JCI, a criar um slogan para a campanha. A vencedora foi Jennifer Jaíne Siebeneichler, da escola Jubal Junqueira, de Vila Deodoro, que será premiada neste sábado com um tablet doado pelas Lojas Becker. Sua frase, “Viva pela vida, não morra pela Aids”, será destacada nos folders a serem usados na campanha.

Conforme a coordenadora dos postos de saúde da Secretaria, Solange Sehn, o principal enfoque do trabalho, além de estimular a prevenção, é incentivar a realização de exames com frequência.

O intuito é fazer com que os portadores do vírus HIV realizem o diagnóstico em tempo hábil de realizar o devido tratamento, amenizando os efeitos provocados pela síndrome.

Muitas pessoas realizam o diagnóstico de forma tardia, o que prejudica o tratamento e aumenta os riscos aos pacientes”, analisa a enfermeira Solange Sehn.

“Nossa meta é mudar este cenário iniciando a conscientização já na adolescência, uma das etapas da vida mais suscetíveis à contaminação”, encerra.