Casos de coronavírus em Venâncio Aires

Nos últimos dias têm sido comum ver e ouvir muitas pessoas questionando quando uma pessoa pode ser considerada curada da Covid-19. De acordo com a médica infectologista Sandra Knudsen, existe uma série de critérios que são levados em conta para se chegar ao diagnóstico de cura e a conclusão não é feita apenas por meio de exames.

Sandra explica que em Venâncio Aires o paciente começa a ser considerado curado 14 dias após os sintomas dele terem iniciado. Além disso, dentro desse período, ele precisa estar a, pelo menos, três dias sem sintomas. Segundo a médica, alguns testes também têm ajudado a equipe de saúde, como o exame sorológico, que detecta os anticorpos produzidos pela pessoa contra a doença.

“Só o exame não decide essa situação. Cada caso é avaliado, vemos se já passou o período dos sintomas, quantos dias faz que ele teve o primeiro sintoma, quanto dias ele está assintomático e o exame que ele vai realizar no fim do período com a equipe de saúde”, explica. Em Venâncio Aires, conforme boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde no sábado, 9, dos 86 pacientes confirmados com o novo coronavírus, 33 já são considerados curados.

Já tive coronavírus, posso ser infectado novamente?

De acordo com a infectologista, todos os estudos e acompanhamentos que a equipe de saúde tem visto e estudado mostram que quem teve o coronavírus está protegido contra uma nova infecção. Ou seja, essa pessoa vai ter anticorpos contra a doença e não deve tê-la novamente. Contudo, não se tem conhecimento de quanto tempo essa imunidade pode durar.

Quais são os tipos de exames realizados para detectar a Covid-19?

São dois tipos de exame. Um deles, chamado PCR, faz a pesquisa do vírus na secreção da via aérea, coletada, principalmente, do nariz. Esse tipo de exame é ideal para fazer o diagnóstico da doença e é realizado em pessoas que apresentam sintomas. De acordo com Sandra, o indicado é fazer a coleta desse material entre o terceiro e o sexto dia após o início dos sintomas. A médica também explica que o material coletado dos pacientes de Venâncio pela equipe de saúde é encaminhado para análise no Laboratório Central de Saúde Pública do Rio Grande do Sul (Lacen-RS). Além disso, ela observa que a rede particular de laboratórios do município também está realizando esse exame.

O segundo tipo de exame é o sorológico, também chamado de teste rápido. Conforme a infectologista, nesse caso, o teste detectará os anticorpos que o corpo criou contra o vírus. Para fazer esse exame a pessoa precisa estar, pelo menos, entre o décimo e o 15º dia com sintoma. Em Venâncio, esses testes estão sendo aplicados pela Secretaria Municipal de Saúde, conforme protocolo, priorizando as pessoas que tiveram sintomas respiratórios. O objetivo é saber se essas pessoas tiveram ou não coronavírus. Laboratórios particulares do município também começaram a realizar esse tipo de exame.

*Informações repassadas durante entrevista ao programa Terra em Meia Hora, da Rádio Terra FM, na sexta-feira, 8. 

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome