Em Mato Leitão, cobertura das agentes de saúde garante monitoramento da vacinação contra a Covid

-

O trabalho das dez agentes comunitárias de saúde que atuam em Mato Leitão tem sido fundamental para garantir o monitoramento da campanha de vacinação contra a Covid-19. Na ‘ginástica’ que envolve a aplicação das doses, essas profissionais têm duas funções principais: realizar o levantamento de pessoas por grupo prioritário ou faixa etária e se comunicar com os pacientes a respeito do agendamento dos horários para a imunização.

Segundo a agente comunitária de saúde Carla Wenzel, ela e as colegas têm listas atualizadas com as famílias que atendem. Para facilitar os agendamentos, elas já colocaram ao lado do nome de cada morador a idade dele. Por causa da pandemia do novo coronavírus, o contato com os pacientes está sendo feito por ligação telefônica ou mensagens no WhatsApp.

Atualmente, a orientação da Secretaria Municipal de Saúde é que o morador da faixa etária que está sendo imunizada entre em contato com a Unidade Básica de Saúde (UBS) Central para marcar o dia e horário para aplicação da dose. Contudo, em casos de dúvidas, ele pode procurar pela agente comunitária de saúde. Na Cidade das Orquídeas, o agendamento foi adotado desde o início da campanha de vacinação com o objetivo de evitar o desperdício de doses e que aconteçam aglomerações.

Importância

A coordenadora das imunizações e da epidemiologia, Kátia Heinen, salienta que, além de auxiliar no agendamento das aplicações da primeira dose, as agentes de saúde colaboram com o controle do público que precisa receber a segunda aplicação. “A nossa porcentagem de pessoas que não receberam a segunda dose é muito baixa. Para nós que estamos na sala de vacinas o trabalho delas é fundamental. Elas ajudam para que a informação chegue até o paciente”, destaca.

Kátia ainda menciona que os dados sobre o número de pessoas de cada faixa etária ou grupo prioritário que precisam ser vacinados também auxilia na organização das ações, em especial para os agendamentos e realizações de mutirões aos sábados. “Como recebemos pequenas quantidades de vacinas precisamos otimizar e organizar para alcançarmos o público-alvo”, destaca.

Nessa segunda-feira, 21, a Secretaria de Saúde baixou a faixa etária da vacinação contra a Covid-19 para 50 anos ou mais sem comorbidades. Além disso, o Município também zerou a fila de espera pela aplicação da segunda dose da CoronaVac. Para esta terça-feira, 22, estava agendada a aplicação de 54 primeiras doses da Pfizer. Depois disso, Mato Leitão aguarda a chegada de novas remessas para dar continuidade a campanha de imunização. Até a quinta-feira, dia 17, 38% da população já tinha recebido a primeira dose da vacina. “A campanha está andando de forma positiva”, comenta Kátia.

LEIA MAIS: 

Mato Leitão chega a 38% da população vacinada contra a Covid-19

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques

Últimas

Exclusivo Assinantes