No cenário de um quarto de bebê, uma incubadora ocupa o lugar do berço (Foto: Débora Kist/Folha do Mate)

Lançada no fim de 2018, a Campanha Pró UTI Neonatal do Hospital São Sebastião Mártir (HSSM) ganha cada vez mais força e espaço. Durante a 15ª Fenachim, a causa ganhou um estande próprio, junto ao Chimarródromo, onde visitantes podem conhecer mais sobre o projeto e fazer sua contribuição.

Montado como se fosse um quarto de bebê, o único aspecto ‘diferente’ é a que no lugar do berço há uma incubadora (emprestada pela Unisc) – talvez o objeto mais marcante quando se pensa em bebês recém-nascidos com problemas de saúde ou prematuros.

É nesse estande, montado a partir de doações e empréstimos, que visitantes têm a oportunidade de fazer sua doação. Ela pode ser espontânea e com qualquer valor, mas também pode integrar a ação do ‘Livro Ouro’. Nesse caso, doações acima de R$ 200 recebem, em troca, um polvo feito pelo artesanato local. Foram confeccionados 60 polvos, símbolo da campanha ‘Envolva-se’. “Como eles sairiam logo, pensamos nessa doação maior”, explica a primeira-dama, Cristiane Wickert.

Ainda segundo ela, doações entre R$ 100 e R$ 200 recebem uma cuia personalizada da campanha e doações entre R$ 50 e R$ 100 um caneco. Mas esses objetos também podem ser adquiridos de forma avulsa, assim como camisetas. A ideia, depois da Fenachim, é que o espaço para divulgação não termine, por isso há possibilidade de se manter um local fixo na cidade.

BENEFICENTE

Os clubes de serviço, apontados como grandes parceiros da campanha, também se propuseram a realizar, ao longo do ano, algum evento beneficente à UTI. É o caso do costelão do Rotary Club Venâncio Aires Chimarrão, servido no último domingo, 5, na Fenachim. Também na festa, os lucros dos jantares temáticos árabe e espanhol serão repassados para a campanha.

É possível contribuir, também, através de uma conta bancária na Caixa Federal, criada para a Associação Pró-construção e Manutenção da UTI Neonatal do HSSM: agência 0529 e a conta 03003029-6.

Itens são comercializados na Fenachim (Foto: Débora Kist/Folha do Mate)

DOAÇÕES

1 Todos os objetos personalizados e colocados à venda foram adquiridos com parte de R$ 144 mil doados pela família de Antony Sackser Melo, 4 anos. O caso do menino ganhou destaque nos últimos meses, depois de ser centro de uma campanha para viabilizar um tratamento com células-tronco na Tailândia.

2 Como a quantia arrecadada superou os R$ 400 mil e o tratamento custa R$ 320 mil, a mãe dele, Juliana, anunciou que doaria o restante para a implantação da UTI. “Parte do recurso também já foi usado para encaminhar o projeto arquitetônico”, revelou a primeira-dama, Cristiane Wickert.

3 Além dessa primeira doação já disponibilizada, a UTI Neonatal também conta com a indicação de duas emendas parlamentares, de R$ 1 milhão cada, dos deputados federais Heitor Schuch (PSB) e Marcelo Moraes (PTB), além da sinalização do Lions Melvin Jones que indicou o repasse de R$ 300 mil via Lions Internacional.

Ana e o filho Francisco, de um ano (Foto: Débora Kist/Folha do Mate)

Já envolvidos

O espaço da ‘Envolva-se’ na Fenachim foi oficializado na última semana. Diversas autoridades municipais, diretoria do HSSM nas figuras de Oly Schwingel e Luciano Spies, e da Assembleia Legislativa, representada pela deputada estadual Kelly Moraes (PTB), participaram do evento.

Mas quem também é figura ‘oficial’ na campanha é quem já sentiu na pele a necessidade do serviço de uma UTI Neonatal. É o caso de Ana Carolina Oswald, 22 anos. Em abril 2018, com 28 semanas de gestação, ela entrou em trabalho de parto. Do HSSM foi transferida para o Hospital de Caridade de Santa Maria, onde o parto aconteceu três dias depois. Francisco veio ao mundo com apenas sete meses.

O bebê nasceu com 1,260 quilo, 38 centímetros e ficou 46 dias na UTI Neonatal, até receber alta. “Em Santa Maria a médica disse que se ele tivesse nascido aqui [Venâncio] não sobreviveria. Por isso é tão importante essa causa. Abracei e me envolvi mesmo com a campanha, que no futuro vai ajudar muita gente”, destacou Ana.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome