Oito leitos da UTI são utilizados, exclusivamente, para pacientes com coronavírus (Foto: Débora Kist/Arquivo Folha do Mate)

Desde a tarde ontem, o espaço da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital São Sebastião Mártir (HSSM) será voltado, exclusivamente, para pacientes com Covid-19. A partir de uma remodelação na estrutura das salas, pacientes de UTI internados por outras doenças (que não têm coronavírus) ficarão na sala onde, até o momento, pacientes do Pronto Atendimento ficavam internados. “A ideia é deixar pacientes de Covid internados na UTI que já existe e esta segunda UTI ser para outras doenças”, diz o secretário municipal de Saúde, Ramon Schwengber.

Apesar de diminuir o espaço físico do plantão, o atendimento segue normalmente. “A equipe médica foi dobrada, então não prejudica o atendimento do plantonista. Mas solicitamos às pessoas que façam o uso apenas com necessidade”, destaca o diretor técnico do HSSM, Guilherme Fürst Neto.

Segundo ele, a medida tem o objetivo de possibilitar o atendimento a mais pacientes. “Esta será a segunda expansão dos leitos. Iniciamos com seis. Semana passada tivemos 100% de ocupação e aí expandimos para 10 leitos. A partir de terça-feira, começaremos a preparar nova expansão, ainda sem número de leitos definidos.”

O médico observa que, dia após dia, aumentam as internações por coronavírus. Até a noite de ontem, eram três na UTI e cinco no setor de isolamento Covid-19 “Desde quinta-feira passada, estamos com lotação de 100% da UTI. Ou seja, precisamos de mais leitos para casos novos”, enfatiza.

A medida também visa garantir mais segurança aos pacientes internados por outros motivos. “A partir de agora, tentaremos manter pacientes Covid em isolamento dentro da UTI também, pois funciona no mesmo andar. Isso garante mais segurança para os

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome