Metade dos testes realizados desde o início do ano positivaram para a Covid

-

Desde o início do ano, mais de 7,5 mil testes de Covid-19 já foram realizados em Venâncio Aires. O número inclui tanto os exames feitos na rede pública quanto em farmácias e laboratórios privados. Deste total, mais da metade positivou para a doença. Com os 118 casos confirmados ontem – menor número diário desde o dia 11 de janeiro -, chegou-se a 3.955 venâncio-airenses que foram diagnosticadas com a doença, desde o primeiro dia de 2022.

Nesta semana, o município ultrapassou a marca de 1,5 mil pessoas em recuperação domiciliar, o maior número já registrado desde o início da pandemia. Apesar disso, a semana já registrou uma queda no número de positivados, se comparada à anterior. Entre segunda, 31 de janeiro, e a sexta-feira, 4, foram 921 novos casos, enquanto, na semana passada, foram 1.224.

A orientação da Secretaria Municipal da Saúde é para que pacientes com sintomas respiratórios busquem o Posto de Testagem, junto ao posto de saúde do bairro Gressler, para fazer o teste. Nos últimos dias, no entanto, pessoas relataram dificuldades para conseguir fazer o exame, já que há uma quantidade de fichas por turno.

O secretário Tiago Quintana confirma que o número de testes nem sempre atende a demanda, por conta de limitações de recursos humanos. Ele afirma que o número de profissionais do Posto de Testagem dobrou, nesta semana – passou de três para seis, com a nomeação de técnicos em enfermagem e enfermeiro concursados. Mas, ao mesmo tempo, três profissionais positivaram para Covid e tiveram que ser afastados. Por conta disso, o número de testes ficou comprometido.

“Realmente não tem testes nem profissionais para todo mundo, por isso precisamos priorizar e são testadas apenas pessoas com sintomas”, ressalta. Ele esclarece que são distribuídas fichas de manhã e à tarde, de acordo com a capacidade da equipe do Posto de Testagem.

“São realizados de 80 a 100 testes por dia lá. Como há uma logística de atendimento, com entrevista e o teste que leva em torno de 20 minutos para se ter o resultado, isso limita a quantidade que pode ser realizada por dia. Os profissionais dos postos também estão envolvidos na vacinação, é uma sobrecarga”, pontua. Na próxima semana, profissionais que estavam afastados, em recuperação da Covid, devem retornar, reforçando a equipe. “Com isso, conseguiremos chegar a uns 120 por dia”, analisa.

Com relação à disponibilidade de testes, são em torno de quatro mil em estoque. “Estamos monitorando e, se for necessário, encaminharemos a compra de mais testes”, garante Quintana.

Posto de Testagem, no bairro Gressler, tem registrado grande procura pelos testes (Foto: Juliana Bencke/Folha do Mate)
  • Desde que o Posto de Testagem iniciou as atividades, no dia 10 de janeiro, foram em torno de 1,6 mil testes realizados. O local funciona na academia de saúde, nos fundos do posto de saúde do bairro Gressler, de segunda a sexta-feira, das 7h30min às 11h30min e das 13h30min às 18h.

Situação é considerada estável

De forma geral, o secretário de Saúde, Tiago Quintana, avalia o panorama da Covid como estável, já que o número de positivados na semana não superou o da semana passada, a vacinação tem avançado e o 4º médico na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) tem suprido a demanda.

“Estamos monitorando o número de leitos clínicos junto ao hospital, pois o número de pacientes internados tem se mantido alto, mas há uma grande rotatividade, o que tem garantido que não faltem leitos.” Na sexta-feira, eram 11 pacientes no setor clínico e nenhum na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital São Sebastião Mártir.

LEIA MAIS:

Mutirão para vacinar as crianças contra Covid-19 ocorre neste sábado

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques

Últimas

Exclusivo Assinantes