Obra de ampliação da UBS Central, de Mato Leitão, deve ser concluída até o fim do mês

-

Uma demanda antiga da Secretaria Municipal de Saúde está prestes a ser alcançada. Isso porque está em fase de finalização a obra de ampliação da Unidade Básica de Saúde (UBS) Central, que prevê a construção de uma sala de almoxarifado e outra para os atendimentos de fisioterapia. A nova estrutura, que terá 118,59 metros quadrados, está sendo erguida ao lado do auditório da unidade de saúde – local que desde agosto do ano passado está sendo utilizado como ambulatório da Covid-19.

A obra, que iniciou no ano passado, está 70% concluída. Segundo a arquiteta Natália Reckziegel, que trabalha na Prefeitura, na semana passada, a equipe da empresa Mathias Construções, de Venâncio Aires, vencedora da licitação pública para executar a ampliação, iniciou a estruturação do telhado no local.

Além disso, falta ser feito o revestimento interno, que contempla pintura e colocação do piso nas duas salas, a parte de aberturas e de instalações elétricas. Para ligar o prédio do auditório com esse novo será estruturada uma rampa com telhado. A previsão é que essa obra seja concluída até o fim deste mês.

Relevância

O secretário municipal de Saúde, Arcênio Maldaner, destaca que essa obra na UBS Central tem grande importância, principalmente para o serviço de fisioterapia. De acordo com ele, se aguarda a conclusão dessa ampliação para instalar novos aparelhos que já foram adquiridos pela Prefeitura para qualificar e ampliar o número de atendimentos. “Hoje o espaço é muito pequeno para a demanda”, acrescenta, ao observar que o fisioterapeuta também atende pacientes a domicílio.

Maldaner explica que, na nova sala, o profissional poderá atender de uma a três pessoas ao mesmo tempo neste momento de pandemia. Depois, também será possível realizar ações em grupo. O secretário ainda salienta que hoje se tem fila de espera para o serviço de fisioterapia disponibilizado pela Secretaria de Saúde. “Temos muita demanda por causa de sequelas causadas pela Covid”, menciona.

Outro ponto importante dessa obra é a construção de uma sala de almoxarifado, levando em consideração que o espaço disponível na UBS Central para essa finalidade hoje já não é mais suficiente para armazenar todos os materiais, em especial as fraldas.

O investimento aplicado na ampliação da unidade de saúde localizada no Centro, onde também funciona a parte administrativa da Secretaria de Saúde, supera R$ 122 mil. Parte do recurso foi viabilizada por uma emenda parlamentar do deputado Alceu Moreira (MDB), através do Ministério da Saúde, e o restante pago pela Prefeitura como contrapartida.

Novo investimento

O secretário de Saúde, Arcênio Maldaner, adianta que está trabalhando na busca de recursos para realizar mais uma obra de ampliação na UBS Central. Ele explica que esse já é um projeto da gestão passada, quando ele ocupou o cargo durante três anos e três meses, e que só não foi viabilizado porque o recurso conseguido não foi suficiente e se priorizou a obra que está em andamento.

Segundo Maldaner, essa obra deve contemplar a construção de uma área para guardar, principalmente, os veículos de maior porte da secretaria, como a van e as ambulâncias, e os menores, que hoje também ficam no pátio da unidade por falta de vagas cobertas.

Já na parte de cima, devem ser estruturadas salas, que possibilitarão a transferência de alguns serviços, como a parte administrativa da Secretaria de Saúde que, atualmente, funciona dentro da UBS Central.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques

Últimas

Exclusivo Assinantes