Vacina é a principal forma de prevenção contra o sarampo (Foto: Divulgação/Ministério da Saúde)

Nos últimos meses muito tem se ouvido falar sobre o sarampo. Isso porque, novos casos da doença foram registrados no Brasil recentemente. Conforme o Ministério da Saúde, 19 de maio e 10 de agosto, o país teve 1.680 casos de sarampo confirmados em 11 estados: São Paulo (1.662), Rio de Janeiro (6), Pernambuco (4), Bahia (1), Paraná (1), Goiás (1), Maranhão (1), Rio Grande do Norte (1), Espírito Santo (1), Sergipe (1) e Piauí (1). Por causa da entrada de novos casos da doença no país, o Ministério tem reforçado as ações de combate e prevenção nos estados que apresentam circulação ativa do vírus.

Em Venâncio Aires, as vacinas contra o sarampo podem ser feitas nas salas de vacinação das unidades básicas de saúde. De acordo com a coordenadora da Vigilância Epidemiológica e do Setor de Imunizações do município, Carla Lili Müller, a orientação é que pessoas que tenham viagem programada, principalmente, para os municípios onde há surto de sarampo nos estados de São Paulo, Pará e Rio de Janeiro, atualizem a imunização contra a doença. “A principal preocupação é garantir que o vírus não chegue até a Capital Nacional do Chimarrão”, destaca. O período de vacinação antes da viagem é de no mínimo 15 dias.

DOSES

Neste ano, o Ministério da Saúde já enviou para os estados brasileiros mais de 16 milhões de doses da vacina tríplice viral, que protege contra sarampo, caxumba e rubéola, tendo em vista que a vacina é a principal forma de prevenção contra o sarampo. O objetivo é, com essas doses, contemplar a vacinação de rotina, conforme previsto no Calendário Nacional de Vacinação e intensificar a vacinação de crianças de seis meses a menores de um ano de idade que residem ou estão em deslocamento para municípios que, neste momento, apresentam surto ativo da doença.

SOBRE A VACINAÇÃO 

  • Conforme recomendação do Ministério da Saúde, pessoas com idade de 1 a 29 anos precisam receber duas doses da vacina para garantir a cobertura completa. Entre 30 e 49 anos, é necessária apenas uma dose da imunização.
  • Além disso, todas as crianças de seis meses a menores de um ano devem ser vacinadas contra o sarampo em todo país.

* Com informações da Coordenadoria de Comunicação Social e Marketing da Prefeitura e do Ministério da Saúde

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome