Picada da fêmea do Aedes Aegypti transmite a dengue, além do zika vírus e da chikungunya (Foto: Rafael Neddermeyer/Fotos Públicas)
Picada da fêmea do Aedes Aegypti transmite a dengue, além do zika vírus e da chikungunya (Foto: Rafael Neddermeyer/Fotos Públicas)

Com o objetivo de combater a proliferação do mosquito da dengue em Venâncio Aires, a Prefeitura tem realizado diversas ações nas últimas semanas. Entre as iniciativas, o Município buscou junto ao Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs) e à 13ª Coordenadoria Regional da Saúde orientação e autorização para realizar a pulverização por avião sobre a cidade. No entanto, a ação foi descartada, pois segundo as duas organizações não há comprovação da efetividade deste tipo de intervenção.

Contudo, na próxima semana, Venâncio Aires receberá o apoio do Estado, através do Cevs, para colocar em prática uma nova iniciativa que busca combater a proliferação da dengue no município. Conforme a Coordenadoria de Comunicação Social e Marketing da Prefeitura, o Centro Estadual de Vigilância em Saúde disponibilizará um motorista, um técnico e um veículo com reservatório com 400 litros com produto que será pulverizado nas imediações das residências com casos confirmados e suspeitos da doença.

Na segunda-feira, 11, técnicos estarão no município para definir com a Secretaria Municipal de Saúde os locais de aplicação. A ação deve ocorrer na terça-feira, 12. A Prefeitura divulgará o roteiro onde a aplicação será realizada com o objetivo de alertar os moradores e recomendar que não deixem roupas no varal e recipientes com alimento e água para os animais ao alcance da pulverização. Trabalho semelhante já está sendo feito desde o dia 24 de abril pelo Município, em parceria com empresas locais.

LEIA MAIS:

Confira a cartilha virtual de combate à dengue produzida pela Folha do Mate

Sobe para 54 o número de casos confirmados de dengue em Venâncio

OUTRAS AÇÕES 

Há uma semana, os agentes de endemias também têm atuado na aplicação gratuita de um produto biológico em piscinas residenciais que estão em desuso no momento ou que, por ventura, não estejam recebendo a aplicação básica de cloro e a circulação de água contida no local com a ativação do motor. Desde o início deste trabalho na quinta-feira, 30, cerca de 20 locais já foram visitados e receberam a adição do produto. Para solicitar a aplicação basta o cidadão acessar o aplicativo Fiscale e registar um pedido ou ligar para os telefones (51) 3983-1000 ou 3983-1033.

A coordenação da Vigilância Epidemiológica do Município atenta que apesar do frio que se aproxima, a falta de limpeza nesta época reflete no próximo verão, ou seja, é essencial que sejam realizados trabalhos de manutenção e limpezas nas residências, pátios, piscinas durante o inverno, para que não haja um novo surto no próximo verão.

LEIA MAIS:

Dengue: frio chegando, mas cuidados devem ser mantidos o ano todo

Febre alta e dores no corpo estão entre os sintomas da dengue

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome