Oficiais da região acompanharam o lançamento do aplicativo BM Mob foi lançado em evento na sede da Folha do Mate (Foto: Cristiano Wildner/Folha do Mate)

Em até uma semana os registros de ocorrências feitos pela Brigada Militar de Venâncio Aires vão ser agilizados por uma novidade que cabe na palma da mão. Criado para dar maior sustentabilidade ao trabalho dos policiais e reduzir o tempo de espera da comunidade, o aplicativo BM Mob foi oficialmente incorporado ontem pelos quartéis da região. O lançamento da nova ferramente foi feita em evento do 23º Batalhão de Policiamento Militar (23º BPM) e realizado no auditório da Folha do Mate.

O aplicativo promete tornar o processo até cinco vezes mais rápido. Antes um atendimento levava até 25 minutos para ser concluído. Disponível no sistema Android, o BM Mob, além de agilizar o trabalho policial, também permitirá abolir o uso de papel no processo, sendo com isso um beneficio ao meio ambiente. O comandante do 23º BPM, tenente-coronel Giovani Paim Moresco, disse que o procedimento, que antes necessitava a utilização de pelo menos três folhas de papel e levava até 48 horas para ficar disponível, agora com o telefone celular permitirá ser enviado e consultado em tempo real.

OSTENSIVO

O BM Mob funciona como qualquer aplicativo utilizado em um smartphone, mas só pode ser baixado por policiais a partir da rede interna da corporação. Ele pode ser utilizado no aparelho pessoal de cada policial militar ou a partir de aparelhos funcionais disponibilizado às guarnições que fazem o trabalho ostensivo. “Uma das vantagens é relativa ao tempo dispensado para registro de ocorrências. O foco é tornar mais célere esse processo”, informa Moresco.

Hoje a documentação é coletada manualmente e levada para o quartel, onde ela é digitada por um servidor e revisada por outro. Apenas depois disso é que é enviada para o sistema.

Moresco acredita que com o aplicativo o processo será mais célere (Foto: Cristiano Wildner/Folha do Mate)

FUNÇÕES

  • Os policiais podem, com o aplicativo, colher depoimentos dos envolvidos por meio de gravação de áudio e também por vídeo. Também é possível anexar imagens da ocorrência. O encaminhamento é feito direto para o Sistema de Informações Operacionais da Brigada Militar. De lá as informações são replicadas a para Polícia Civil e Poder Judiciário.
  • A nova ferramenta já está sendo usada com sucesso em várias cidades do estado. No entanto, ocorrências nas quais aconteçam prisões continuarão feitas no modelo atual, de levar o indivíduo e realizar o registro na delegacia presencialmente.
  • Com o BM Mob, os policiais podem ter informações sobre a situação de veículos, foragidos e armas de fogo em poucos segundos. Atualmente, para ter esses dados, é necessário contatar a central via rádio.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome