Quatro suspeitos foram presos pela Brigada Militar na noite desta segunda-feira (Foto: Alvaro Pegoraro/Folha do Mate)

Uma operação da Brigada Militar, com apoio do Batalhão de Operações Especiais (Bope) prendeu, na manhã desta segunda-feira, 12, próximo a Vila Mariante, interior de Venâncio Aires, quatro pessoas – duas mulheres e dois homens – suspeitas de envolvimento no assalto e no resgate da quadrilha que atacou a agência do Sicredi de Vale Verde na quinta-feira, 8.

LEIA MAIS: Vítima de cinco tiros segue internada no Hospital de Venâncio

Além disso, a BM também aprendeu dinheiro, dois veículos, suprimentos (água, lanche e salgadinhos) e aparelhos celulares. A operação é liderada pelo comandante do 23° Batalhão de Polícia Militar (23° BPM) tenente-coronel Giovani Paim Moresco. Conforme ele, a suspeita é que três dos presos estejam envolvidos no assalto de alguma forma. “A outra pessoa é um homem que teve com ele encontrada um numerário bastante expressivo de dinheiro com notas sequenciais. Tudo indica que ele é um dos participantes”, comenta.

Os quatro suspeitos presos pela Brigada Militar já foram trazidos até a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de Venâncio Aires, onde eles prestarão depoimentos. O cerco policial para buscas aos criminosos segue acontecendo até que todos os criminosos sejam capturados.

LEIA MAIS SOBRE O ASSALTO: 

Criminosos assaltam Sicredi de Vale Verde e fazem cordão humano

80 policiais participam do cerco a assaltantes da agência Sicredi de Vale Verde

Brigada mantém o cerco à quadrilha que atacou o Sicredi de Vale Verde

Depois de assalto, Sicredi de Vale Verde está fechado por tempo indeterminado

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome