Alternativas como alteração no traçado e sistema de iluminação no trevo de acesso à Capital do Chimarrão na RSC-287 também serão sugeridas ao Estado (Foto: Leandro Porto/AI Prefeitura)

A questão do grande fluxo de veículos, refletindo no alto número de acidentes, nas duas principais rodovias que circundam Venâncio Aires será levada à Capital na próxima semana por uma comitiva do Executivo e também Legislativo da Capital do Chimarrão.

Na Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR), na manhã de terça-feira, 22, o grupo será recebido pelo Secretário Extraordinário de Parcerias do RS, Bruno Vanuzzi, ao qual será entregue as demandas, solicitando uma atenção especial a RSC-453 e RSC-287 que passam por Venâncio. Principalmente aos trechos da RSC-453 que compreendem aos bairros Battisti, Coronel Brito, Brands, Universitário e Distrito Industrial; e na RSC-287 no Km 81 altura do restaurante Casa Cheia e nos Km 78 e 79 do trevo principal ao acesso do Posto Chama.

De acordo com a secretária municipal de Planejamento, Jalila Böhm Heinemann, o momento é importante para demonstrar a preocupação com estes trechos e que recebam uma atenção especial no projeto da duplicação da RSC-287 e também na RSC-453 a importância de execução de vias laterais paralelas para o fluxo e acessos e ainda revisão da faixa de domínio. “Os trechos mencionados são de extrema importância para o Município. Além de áreas residenciais, contam com empresas, serviços nas adjacências. E ambas as rodovias servem de escoamento da produção de toda a região e ligam Venâncio a outras regiões”, enfatiza a secretária, que integrará a comitiva, que ainda será composta pelo coordenador de Trânsito e da Defesa Civil do Município, Dário dos Santos Martins, além de vereadores.

 

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome