Nereu Luís da Silva foi condenado nessa segunda-feira, 9, a 10 anos, 4 meses e 10 dias de prisão, em regime fechado, por crime praticado em fevereiro de 2018, uma tentativa de feminicídio contra Marlise Dickel. Segundo a denúncia, feita pelo promotor Pedro Rui da Fontoura Porto, o réu tentou matar a mulher com golpes de facão. Ela sobreviveu. Como já estava preso, Silva não terá direito de recorrer em liberdade.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome