Segunda colisão entre dois veículos foi na manhã deste sábado (Foto: Cristiano Wildner/Folha do Mate)

Em menos de 15 horas duas colisões foram registradas na RSC-453, no trevo de acesso ao bairro Battisti, de Venâncio Aires. O último caso foi registrado na manhã deste sábado, envolvendo dois carros, um de Mato Leitão e outro da Capital Nacional do Chimarrão.

Nesse caso, registrado por 9h, apenas danos materiais foram registrados. Contudo, a pista, em ambos os sentidos ficou completamente bloqueada por quase duas horas. Todo o fluxo precisou ser desviado pelas vias alterais.

Os veículos precisaram ser removidos por guincho. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a ser acionado, mas ninguém precisou de atendimento médico. O Policiamento Rodoviário Estadual de Cruzeiro do Sul, que atendeu a ocorrência, confirmou que apenas danos materiais foram registrados.

Segundo o registro policial, um motorista de 73, em um Fiat Uno, de Mato Leitão, voltada para casa quando foi atingido pelo carro – Chevrolet Prisma com placas de Venâncio Aires – que seguia pelo sentido centro/bairro. O motorista de Mato Leitão reside no Acesso 20 de Março enquanto que o motorista venâncio-airense mora no bairro Coronel Brito.

SEGUNDO CASO

Além disso, na colisão desta sexta-feira, dia 25, um motociclista ficou ferido. A batida envolveu um Chevrolet Corsa e uma moto Honda. Samu socorreu o motociclista que foi encaminhado com escoriações até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), do bairro Cruzeiro. Da mesma forma como no anterior, este também causou grandes transtornos ao fluxo do trânsito.

COMUNIDADE CONCLAMA INVESTIMENTOS

Usuários defendem investimentos de engenharia de trânsito no trecho para estancar as constantes colisões (Foto: Cristiano Wildner/Folha do Mate)

Para tentar diminuir a frequência das colisões no trevo de acesso ao bairro Battisti, usuários da rodovia reivindicam maior pressão política. Embora a Administração Municipal reivindique junto ao Daer a transferência de lombada eletrônica, hoje junto a entrada aos trevos dos bairros Coronel Brito e Cruzeiro, os motoristas querem agilidade na medida.

Ivo Lotário dos Santos, 59 anos, e José Henrique, 55 anos, lamentam que a frequência de colisões é crescente naquele trecho. Mais do a transferência da lombada, reivindicam a instalação de trecho fechado. “É o estado empregando dinheiro público no atendimento as ocorrências, mas nada fazer para estancar”, lamentou José Henrique. Ele que é mecânico atende semanalmente ocorrências no trecho.

Ele lembra que é recorrente a utilização de dinheiro público sem efetivamente resolver a situação. “Para tender as ocorrências é necessário deslocamento do policiamento, guincho e Samu. Os feridos são encaminhados para a UPA ou hospital, que novamente se utiliza de dinheiro público. Se fossem feitos investimentos de engenharia de trânsito, efetivo, isso tudo não seria preciso”, destacou.

PASSO DO SOBRADO

Uma mulher ficou ferida após acidente de trânsito em Vale Verde na noite desta sexta-feira, dia 25. O caso, no quilômetro 7, da ERS-405, quando o condutor de um veículo perdeu o controle. A passageira ficou ferida e foi encaminhada para atendimento. O veículo seguia no sentido Vale Verde/Passo do Sobrado. A identidade das vítimas não foi revelada.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome