A folha de pagamento de setembro do funcionalismo foi gerada com corte de ponto dos servidores públicos grevistas. O governador José Ivo Sartori deve definir nesta segunda-feira, 28, se o desconto será, de fato, aplicado. Caso contrário, a Secretaria da Fazenda terá de gerar uma folha suplementar, com os valores que ficaram de fora dos contracheques.

Na sexta-feira, 25, as pastas da Educação, da Segurança, da Cultura, da Administração e do Meio Ambiente repassaram à Fazenda cerca de 25 mil registros de falta — 90% deles envolvendo professores.

O assunto será tratado na reunião do núcleo de governo, marcada para as 9h30min desta segunda, 28, no Palácio Piratini. Ao longo da manhã, Sartori também deverá receber o secretário da Educação, Vieira da Cunha, para chegar a uma definição.