Os Centros de Formação de Condutores de Venâncio Aires receberam no final da tarde de quinta-feira, 13, os simuladores de direção. Os equipamentos eletrônicos são obrigatórios para a realização do processo de obtenção da Carteira Nacional de Habilitação Categoria B.

Na segunda-feira, 17, os equipamentos começam a ser instalados por técnicos da região Metropolitana para deixá-los interligados com o sistema da Realdrive, fornecedora do aparelho, e do Detran. Os profissionais dos dois CFC’s de Venâncio passaram por treinamento no sábado, 8. A previsão é de que o sistema esteja funcionando até quarta-feira, 19.

Foto: Vanessa Behling / Folha do MateO investimento por equipamento gira em torno de R$ 40 mil
O investimento por equipamento gira em torno de R$ 40 mil

Em vigor desde 31 de dezembro de 2013, a obrigatoriedade foi determinada em resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). De acordo com o conselho, o uso do equipamento vai complementar a formação dos condutores, permitindo sua exposição a situações virtuais sem comprometer a segurança e a integridade do motorista e de seu instrutor.

Quem busca a habilitação precisa passar por 45 horas de aulas teóricas, cinco horas em simuladores e depois 20 aulas práticas.

Os equipamentos irão funcionar nos três turnos com meia hora para cada aluno por dia, na companhia do seu instrutor. Na sala onde o aparelho será instalado também há uma câmera interligada com o Detran que supervisiona as aulas. Os alunos, que se inscreveram desde 2 de janeiro, começarão a ser chamados por ordem de inscrição.

Com o formato de um painel de Gol, o aparelho com sistema de marcha, piscas, cinto de segurança, pedais e direção fornece um aprendizado de circulação em avenidas, curvas, estradas, vias de tráfego, regras de segurança, congestionamento e em situações climáticas e de risco.