Desenhos são variados e terão como tema a Eucaristia. (Foto: Edemar Etges/Folha do Mate/ArquivoFM)

Na igreja São Sebastião Mártir, a tradição de confeccionar os tapetes coloridos para as celebrações de Corpus Christi no interior e defronte à igreja matriz é mantida todos os anos. Mais uma vez, o trabalho de dedicação, talento e voluntariado estará a cargo dos jovens da paróquia.

A confecção será realizada hoje, a partir das 17h, e amanhã, a partir das 5h. “A elaboração dos tapetes coloridos com flores para a passagem triunfal da Eucaristia é uma tradição católica”, frisa Pâmela da Silva, integrante da Pastoral da Juventude da paróquia. Ela acrescenta que para a confecção serão utilizados borra de café e muita serragem colorida, que servem de homenagem a passagem da procissão. “Os desenhos utilizados são variados, mas enfocam principalmente o tema Eucaristia.”

SIGNIFICADO

A passagem pelo tapete tem um significado especial. O ostensório, que armazena o Corpo de Cristo na hóstia, é carregado pelo sacerdote por estes tapetes enfeitados e os fiéis somente podem pisar nestes desenhos após a passagem do padre. É uma representação de que Jesus anda por ali e é recebido com um belo tapete.

JUVENTUDE

Segundo Pâmela, para os jovens, este momento “significa mostrar, por meio de nossa doação, o amor para com Jesus, pois é Ele que nos ensinou a amar, a rezar e a ser imagem e semelhança Dele para que tenhamos outra visão de amor nas coisas que fazemos”, salienta.

Para o jovem Augusto Kauffmann, o trabalho também significa gratidão. “Ali os jovens conseguem mostrar o quanto a paróquia é importante para eles. Confeccionando os tapetes, se consegue ver a alegria no rosto de cada um, o quanto se esforçam para fazer isto. E, mostra também, que o jovem, sim, tem um espaço muito grande dentro da paróquia”, resume Augusto.

Júlia Neumann também destaca a importância da confeccionar os tapetes de Corpus Christi. “Pensar que uma tradição, feita para a passagem da Sagrada Eucaristia, está confiada a nós, nos faz perceber que não somos o futuro, mas, sim, o presente da Igreja, como afirmou também o Papa Francisco, durante a Jornada Mundial da Juventude de 2019, no Panamá”, destaca.

“Fazer uso das cores e materiais, estar envolvidos durante a preparação de tudo e ter a oportunidade de transmitir nos tapetes a disponibilidade, prontidão e a nossa juventude, é algo que nos motiva a continuarmos firmes na fé e no amor de Cristo.”

JÚLIA NEUMANN

Integrante da Pastoral da Juventude da paróquia

Flores

Segundo Pâmela, quem quiser pode doar flores para serem usadas no tapete e a entrega deve ser feita hoje à tarde, na igreja matriz.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome