Para ampliar as plataformas de acesso universal, Venâncio Aires pode ganhar o seu primeiro telecentro destinado à deficientes. O espaço terá investimentos de R$ 100 mil que foram conquistados via Consulta Popular e Cidadã. O valor será repassado ao Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência (Compede) e visa adquirir equipamentos de informática adaptados.

A proposta ainda depende de aval dos membros do conselho, e também da concretização do repasse financeiro conquistado junto ao Governo do Estado. Entretanto, a Secretaria Municipal de Habitação e Desenvolvimento Social que encabeça o projeto, já começa a trabalhar a iniciativa. Ainda em agosto, em reunião do conselho a secretaria fará apresentação da iniciativa a todas as entidades que formam o grupo.

Conforme a assistente social do município, Deizimara Souza, o projeto visa adquirir 20 novos computadores, com ferramentas que possibilitem a utilização por pessoas com diversas deficiências. Além disso, uma impressora para cópias em braille integram os itens que serão adquiridos. “Este local é inovador e possibilitará mais acessibilidade no município, estaremos proporcionando acesso universal a rede mundial. é algo inovador também no Rio Grande do Sul e quem sabe poderemos ter este espaço em Venâncio Aires.”

Deizimara lembra que o telecentro adaptado foi um pedido dos membros do conselho e agora com os recursos aprovados pela Consulta Popular, a iniciativa pode sair do papel. “Vamos discutir com os integrantes e entidades que atendem as pessoas com deficiências para apresentar a ideia. A secretaria projeta incluir o espaço em local que já existe, melhorando as adaptações físicas necessárias,” argumenta.

Confira a reportagem completa no flip ou edição impressa de 08/08/2014.