O vereador Telmo Kist (PDT) participou, na manhã de ontem, de audiência pública na Câmara de Santa Cruz do Sul que discutiu sobre o Programa Estadual de Concessão de Rodovias. No debate que vem acontecendo nos polos rodoviários, promovido pela Comissão de Segurança e Serviços Públicos da Assembleia, ele fez diversas cobranças, como a construção de rótulas fechadas nos trevos, ainda uma maior transparência por parte das concessionárias para permitir mais controle dos municípios com relação à arrecadação de impostos. Também sugeriu a duplicação das rodovias que cortam Venâncio Aires.

Ao falar sobre as rótulas, Kist destacou o exemplo do estado de Santa Catarina, onde essas obras são fechadas nos trevos, ao invés de abertas como se tem em Venâncio Aires nos bairros Coronel Brito e Battisti e na Avenida das Indústrias. Segundo ele, seria uma obra de baixo custo e que obrigaria os motoristas a reduzir a velocidade de forma efetiva e sem a necessidade de aplicar multas.

Com relação a possibilidade de duplicação das rodovias que passam pela Capital do Chimarrão, o vereador citou o número de acidentes com vítimas fatais que ocorreram nestes trechos nos últimos dias. Os debates se intensificam, sendo que os contratos do Estado com as atuais concessionárias vencem em dezembro do próximo ano. O governo pretende criar uma empresa pública para assumir os pedágios. O projeto já está tramitando na Assembleia Legislativa e deverá ser votado no próximo dia 12.

Representantes do Vale do Rio Pardo que participaram do encontro também manifestaram que aguardam tarifas mais baixas e a realização de obras nas rodovias pedagiadas. (AI)