Independência e música

Inacreditável. Este Sete de Setembro traz uma noite com nada menos do que três atrações musicais variadas aqui, na querida e pacata Sebastianfield. É um regozijo para apreciador ou colunista de música nenhum botar defeito. O que terá acontecido? Serão os ares da data pátria? Estaria Venâncio prestes a proclamar a própria independência às margens do Castelhano? Neste caso, só se for independência das próprias amarras, sobretudo filosóficas e conceituais. Enfim, deixemos ao menos hoje a carranca de lado e vamos celebrar. Via de regra, em ritmo oitentista, como veremos a seguir.

Made in Brazil

Na choperia Max Haus (rua Henrique Villanova), a partir das 18h, Thomás Lenz e sua banda apresentam nova edição do show especial em homenagem ao Rock Brasil. Ainda que em formato acústico, espere uma saraivada de alusões ao cultuado BRock, a face do rock nacional na era da redemocratização política do país, através de clássicos de Lobão, Kid Abelha, Ira! e os sul-rio-grandenses do TNT. O repertório, no entanto, não se limita a tal fase do tempo: cobre desde os dias de estrelato de Celly Campello até números mais recentes, de gente como Los Hermanos ou o Charlie Brown Jr.

Amor oitentista

O tributo mais escancarado à década do tricampeonato de Formula 1 de Nelson Piquet estará no Bar do Gordo (15 de Novembro com a Tiradentes). A casa sedia a festa I Love 80’s Rock, a partir das 20h, capitaneada pela banda Poison Apples – que paga tributo sonoro e visual a Poison, Cinderella, Mötley Crue e o que mais você puder imaginar que tenha sido feito com guitarras Jackson – ou afiliadas – e calças coladas de oncinha. Às maçãs envenenadas, juntam-se o novo grupo local Red Shocker e a reconhecida discotecagem com os vinis do DJ Cadu Villanova, vulgo Gordinho.

Hashtag Flashback

A noite exigirá fôlego – já pensou alguém resolver encarar a maratona de ir a TRÊS festas com rock’n’roll na mesma noite em Venâncio? Rende no mínimo uma boa hashtag. Pois saiba que, às 22h, começa a 6ª edição da festa Hansel Flash Back, no ginásio da Linha Hansel. A atração? A banda Barbarella, com muito mais do que só uma canção que libera as emoções. O visual e os trejeitos do vocalista Nando Rosa e sua indefectível bandana, por vezes com o logo do Kiss grafado, são a representação perfeita para quando o grupo desfila algumas das preferidas do público, como I Want to Break Free e Sweet Child O’Mine.

Três acordes

# É curioso que, não bastasse haver três atrações neste sábado, todas remetam de alguma forma a uma década da qual há quem diga ter sido perdida.

# Bobagem. Foi um tempo que mostrou ao mundo Michael Jackson (que já dava o ar da graça na década anterior), Madonna, Dire Straits, Bon Jovi e até o título estadual amador de futebol do glorioso e agora nonagenário Esporte Clube Guarani.

# Tudo isso na semana que surpreendente movimento anuncia a volta do festival Vênus Rock. E já está perto: dia 12 de outubro, na Sociedade de Leituras, com nove bandas no velho esquema de dois palcos. Os ingressos estarão à venda em breve.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome