11 de maio: Soares vai encaminhar projeto

“Pode escrever aí que eu mesmo vou encaminhar o projeto de lei para tornar o dia 11 de maio, quando comemoramos o aniversário do município, feriado”. A afirmação é do presidente da Câmara de Vereadores de Venâncio Aires, Benildo Soares (Republicanos). Ele promete que a proposta dará entrada no Legislativo no próximo mês. “Fizemos uma pesquisa junto à população, durante a Fenachim, e ficou claro que a esmagadora maioria quer o feriado no dia 11”, comentou Soares. De acordo com ele, o resultado da enquete era o que faltava para comprovar a preferência dos venâncio-airenses. O Instituto Gamma de Assessoria a Órgãos Públicos (Igam) já deu parecer favorável à matéria, segundo o presidente. “Não gera despesa para o Executivo, não sai nada de dinheiro do caixa da Prefeitura. Então é tranquilo fazer”, comentou.

“Tô de boa”, afirma soares sobre Jarbas

Aproveitando o contato do presidente da Câmara, Benildo Soares (Republicanos), para falar a respeito da situação enfrentada pelo Hospital São Sebastião Mártir (HSSM) e do 11 de maio, perguntei a ele como anda a sua relação com o prefeito Jarbas da Rosa (PDT), a qual classifiquei aqui, neste espaço, outro dia, como ‘estremecida’. Soares afirmou que está tranquilo, continua falando normalmente com o prefeito e não pensa em se distanciar. “Eu tô de boa. Tanto é que, recentemente, desempatei duas votação na Câmara a favor da Administração. Sou governo e tenho compromisso com o Jarbas, ele sabe disso”, declarou. No entanto, o presidente não escondeu sua frustração por ter ficado de fora da comitiva de Venâncio Aires que fez o convite da 16ª Festa Nacional do Chimarrão (Fenachim) ao presidente da República, Jair Bolsonaro. “Era uma prerrogativa minha, como presidente do Legislativo. Liguei e não me atenderam. Vou fazer o quê? O prefeito deixou furo e a oposição caiu batendo”, disse.

Dívida do hospital: drama que se renova

Infelizmente, o Hospital São Sebastião Mártir (HSSM) está mais uma vez passando por apuros. A dívida da instituição de saúde bateu nos R$ 16 milhões – destes, R$ 14 milhões referentes a financiamentos – e a diretoria resolveu ‘abrir o coração’ e pedir ajuda. O déficit mensal, que no início do ano era de cerca de R$ 500 mil, deu nova decolada e está em aproximadamente R$ 700 mil, como mostrou a Folha do Mate em matéria publicada na quinta-feira, 19. Nesta edição, nas páginas 4, 5 e 6, detalhamos ainda mais a crise. A defasagem da tabela SUS e a herança deixada pela Covid-19, com preços de medicamentos e materiais que subiram e não voltaram aos patamares de pré-pandemia, são apontados como os principais fatores para o mau momento. Mais uma vez será preciso o empenho das lideranças municipais e da comunidade para que a sangria seja estancada.

Giovane Wickert: “de Venâncio, só tem um”

Pré-candidato à Assembleia Legislativa, o ex-prefeito da Capital Nacional do Chimarrão, Giovane Wickert (PSB), promoveu ação de adesivagem de veículos de apoiadores durante a semana. “A adesão do pessoal nesta pré-campanha está sendo muito positiva”, analisou. No material dele, chama atenção a seguinte frase: “De Venâncio, só tem um”. É uma referência ao fato de que ele é o único natural daqui a concorrer a deputado estadual. Airton Artus (PDT) é de Barros Cassal, enquanto que Celso Krämer (Podemos) nasceu em Tucunduva.

Tentativa de recuperação de R$ 13 milhões

Airton Artus (PDT), ex-prefeito de Venâncio Aires e pré-candidato ao Palácio Farroupilha, já fui em busca de alternativa para contribuir com a recuperação financeira do Hospital São Sebastião Mártir (HSSM), que enfrenta grave crise. Na sexta-feira, 20, ele trouxe a Venâncio Aires o advogado Jacques Martins, represente de um escritório que tem expertise em buscar recursos referentes à defasagem da tabela SUS junto ao Governo Federal. A expectativa é de que a casa de saúde da Capital do Chimarrão consiga um reembolso de até R$ 13 milhões, segundo cálculos iniciais. Artus admite que a situação não é fácil, mas destaca que qualquer valor recuperado será importante nesta caminhada rumo ao equilíbrio das finanças. “Imagina só, estamos falando praticamente de um encontro de contas. Seria sensacional se isso acontecesse”, comentou.

Rapidinhas

• Covid-19 volta a preocupar. Casos estão mais uma vez em alta e, embora não tenhamos notícias de muitos casos agravados, é preciso ter cuidado com o vírus. Há pelo menos três pessoas internadas na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital São Sebastião Mártir (HSSM) em decorrência de complicações da doença.

• O fim de semana tem extensa programação esportiva. Pelo Brasileirão Série A, Juventude e Inter jogam neste sábado, 21, contra Palmeiras e Cuiabá, respectivamente. Pela Divisão de Acesso, no domingo, 22, o Guarani encara o São Gabriel, fora de casa. Também no domingo, a Assoeva recebe o Jaraguá, pela Liga Nacional de Futsal, e teremos a definição dos semifinalistas da Copa Serrana 2022.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques