Cenário consolidado

Pela legislação, as convenções podem ser realizadas até amanhã, dia 16 de setembro. No entanto, é provável que a última convenção tenha sido a do Democratas, no domingo, 13. Não há informações de que outra sigla, além das que já realizaram convenções, irá participar do processo eleitoral. Com isso, está consolidado o cenário que apresenta Giovane Wickert (PSB) e Celso Krämer (PTB) contra Jarbas da Rosa (PDT) e Izaura Landim (MDB).

DISPUTA PELA CÂMARA

Entre os partidos que apoiam Jarbas e Izaura, apenas o Cidadania, do presidente Zequinha, ainda não divulgou os pré-candidatos a vereador. São 23 do PDT, 23 do MDB, 20 do Republicanos, 18 do PSD e 16 do PSL. O PSC também integra o grupo, mas não terá nomes para a Câmara. Sem a lista do Cidadania, já são 100 pré-candidatos. Já os apoiadores de Giovane e Celso divulgaram, até agora, 64 nomes ao Legislativo: 23 do PSB, 22 do PTB, 13 do Democratas e seis do PSDB. PL e Progressistas ainda ajustam as nominatas. Eduardo Kappel (PL), garante que o partido terá 23 pré-candidatos. Já Ailto Melo (Progressistas), fala em 10 nomes. Se os números se confirmarem, serão 97 ao todo. Além disso, há nove pré-candidatos do PT, partido que adotou postura de neutralidade para as eleições municipais. O número de postulantes às 15 vagas do Legislativo ficará entre 220 e 230.

RAPIDINHAS

• Só PSB, PDT e MDB apresentaram nominatas completas, com 23 pré-candidatos cada, para a Câmara. O presidente do PL, Eduardo Kappel, também promete lista cheia. Diz que tem, inclusive, gente sobrando.

• Partido com muitos nomes conhecidos da política de Venâncio, o PTB, do vice-prefeito Celso Krämer, anunciou 22 nomes para o Legislativo. A coluna apurou uma desistência de última hora, de um ex-cargo em comissão da Prefeitura que decidiu apoiar Gilberto dos Santos, que deixou o PTB e foi para o MDB.

• Fiquei surpreso com o fato de o PSDB apresentar apenas seis nomes para a disputa de uma vaga na Câmara. O presidente Vinícius Medeiros tinha antecipado que não participaria do pleito, pois quer buscar uma vaga na Assembleia em 2022. Porém, achei que os empresários Marcolino Coutinho e Alexandre Wickert estariam na lista, pois eram cotados para concorrer na majoritária representando os tucanos.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome