E o Distrito Industrial?

Quem lê a coluna todos os dias deve ficar pensando: “Esse cara tem problema com o tal do novo Distrito Industrial”, tantas são as vezes que discorro sobre o assunto neste espaço. Na verdade, o que me leva a escrever o tempo todo sobre o tema é a impressionante dificuldade de a novela chegar ao seu último capítulo, que certamente será feliz para Venâncio Aires Aires. Na quinta-feira, 29, o prefeito Giovane Wickert foi acompanhar, in loco, o trabalho de topografia determinado pelo Governo do Estado em Vila Estância Nova. Reza a lenda que falta apenas ‘casar’ a topografia do Município com a do Piratini para que a área, finalmente, seja transferida para a Prefeitura. Tomara que até o fim do ano a situação seja resolvida. Caso contrário, 2020 é ano eleitoral e o projeto ficará, mais uma vez, prejudicado.

VENÂNCIO É NOTA 10

Quanto mais me envolvo com as ‘coisas’ de Venâncio, mais me apaixono pela cidade. Na quinta-feira, 29, estive no Clube CTA, lugar que ainda não conhecia, mesmo estando há quatro anos na Capital do Chimarrão. Acompanhei um jogo de futebol sete e depois fiquei para a confraternização. Ouvi a seguinte frase: “A vida é uma só, então temos que aproveitar, com responsabilidade”. Quem largou essa foi o Luciano Scheibler, presidente do Cecília e que, pelo que fiquei sabendo, anda levando uma pressão para concorrer a vereador. Saindo da política e voltando para o futebol, deixo minha impressão sobre os clubes daqui, no caso os que já conheci: são poucos os lugares em que se chega e se tem uma recepção tão calorosa. Talvez por isso eu tenha decidido que só vou embora de Venâncio se me expulsarem.

KAPPEL NO PL

Tudo levava a crer que Eduardo Kappel trocaria o Progressistas pelo PTB, mas nesta sexta-feira, 30, o presidente da Câmara revelou que seu destino é o PL, partido que, aliás, irá presidir em Venâncio Aires, com as bênçãos do presidente estadual da legenda, deputado federal Giovani Cherini. O acerto ocorreu na Expointer. Ainda sobre a expulsão do vereador, há quem lamente que o Progressistas ficou sem representação no Legislativo, mas também os que deram graças a Deus pela exclusão do político.

LÍVIA, MEU TESOURO

Como não temos edição impressa na segunda-feira, 2, deixo aqui o registro dos três aninhos da minha filha Lívia, o meu maior tesouro. Eu sou cachoeirense, minha esposa Cassiane também, mas a Lívia é venâncio-airense, nascida no Hospital São Sebastião Mártir (HSSM).

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome