Eduardo Kappel expulso

O Progressistas concluiu o processo de expulsão de Eduardo Kappel, atual presidente da Câmara de Vereadores de Venâncio Aires. A Folha do Mate teve acesso a documento que comprova a exclusão. O presidente do partido na Capital Nacional do Chimarrão, Ailto Melo, preferiu não se manifestar a respeito do assunto ontem, pois à noite se reuniria com integrantes da sigla para apresentar a decisão da executiva estadual. Kappel disse que ficou feliz com o desfecho da situação, pois assim está livre para trocar de legenda sem precisar aguardar a janela de abril do ano que vem. A denúncia por exploração de prestígio – ‘Caso dos áudios’ – e o comportamento imprevisível motivaram a executiva municipal a pedir a exclusão.

ABRIGO PROVISÓRIO

Prefeito Giovane Wickert confirma estrutura provisória para a esquina das ruas General Osório e Tiradentes, na Praça da Matriz, região central de Venâncio Aires. Assim que a notícia começou a circular, na tarde de ontem, a repercussão foi avassaladora, com a maioria das pessoas manifestando satisfação pela decisão da Administração, por mais que a medida tenha demorado a ser determinada. O abrigo temporário permanecerá no local até que a parada inteligente da HS Metalúrgica Industrial esteja pronta. A estimativa é de 60 dias para a instalação da estrutura definitiva.

OBRAS NA MATRIZ

Sobre as obras na Praça da Matriz, Giovane Wickert revelou que foi pessoalmente a Lajeado, na sede da empresa que ficou com a segunda colocação na licitação, para tentar resolver a situação. De acordo com o prefeito, uma resposta deve ser anunciada em breve. Se a empresa aceitar assumir os trabalhos, talvez em 30 dias tenhamos movimentação no espaço público. Caso contrário, vai terminar o ano e a praça ficará do jeito que está, pois será necessário começar do zero um novo processo licitatório.

453 e 287 EM PAUTA

Vereadores Ezequiel Stahl (PTB), Sid Ferreira (PDT) e Nelsoir Battisti (PSD) ensaiam a formação de uma frente parlamentar na Câmara. Eles querem atuar com mais firmeza nas questões que envolvem a segurança dos cidadãos na travessia das RSCs 453 e 287 – especialmente na primeira. O acesso aos bairros Battisti, Coronel Brito e Brands estão, segundo eles, cada vez mais dificultados, em razão do aumento de veículos, ciclistas e pedestres circulando por lá. Na 287, a preocupação é com os trecho das proximidades do Restaurante Casa Cheia, onde frequentemente são registrados acidentes com vítimas fatais.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome