UTI Neonatal

Talvez o prefeito Giovane Wickert (PSB) jamais confirme isso, mas colocar a UTI Neonatal em funcionamento ainda em 2020, ano em que deve tentar a reeleição, é ponto chave no seu planejamento político. E o cumprimento da meta – que é política, sim, mas principalmente um sonho da comunidade de Venâncio Aires – passa a ser extremamente difícil. Isso porque a direção do Hospital São Sebastião Mártir (HSSM), em nota que deveria ser interna, mas chegou ao conhecimento da Folha do Mate, sinaliza que o momento não é oportuno para o início das obras da unidade, como planejava o Executivo. A manifestação do hospital se deu apenas dois dias depois de profissionais médicos emitirem comunicado semelhante, no qual se mostram preocupados, inclusive, com o risco de a instituição de saúde fechar as portas. Wickert se declara sensível às dificuldades financeiras do HSSM, mas não joga a toalha em relação à UTI Neonatal. Mais do isso, lembra que comunidade e deputados federais, que estão empenhados em destinar recursos ao projeto, não podem se frustrar com eventual adiamento. O assunto será pauta para todos os dias, sem sombra de dúvida.

RAPIDINHAS

• Alguém é responsável pelos restos de lixo no entorno dos contêineres? Tudo bem que as pessoas têm parcela de culpa por, muitas vezes, deixar os resíduos de qualquer jeito perto dos compartimentos, mas é preciso um atenção para as áreas próximas a eles. Tem muita coisa ficando para trás.

• Ramone Mohr, ex-cargo em comissão (CC) na Câmara de Vereadores e atual presidente da Associação Esperança Azul, que trabalha em benefício das pessoas com transtorno de espectro autista, postou comentário no Facebook elogiando serviços que estão sendo executados na estrada de Linha Antão, no interior de Venâncio Aires. “Desta vez vocês capricharam”, escreveu ela, agradecendo, principalmente, aos servidores da capatazia de Centro Linha Brasil.

• Direção do Hospital São Sebastião Mártir (HSSM) se organiza para apresentar, nos próximos dias, uma prestação de contas dos primeiros 90 dias de trabalho em conjunto com a Prefeitura para a recuperação financeira da casa de saúde. De acordo com o presidente Luciano Spies, a maior parte das metas de economia foi alcançada e, agora, o foco será no sentido de bater as metas de complementação de receitas. Ainda não há data para a divulgação das ações e números.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome