É hora de entrelaçar as mãos para recomeçar

O último fim de semana foi intenso para os tradicionalistas que se encontraram, no Centro de Tradições Gaúchas (CTG) Tropilha Crioula, na cidade de São Borja. Muito calor – como todos os janeiros – manifestações acaloradas durante as plenárias, e um pleito disputado por dois candidatos à presidência do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG).

 Foto: Beatriz Colombelli / Folha do Mate

xxCongressitas lotaram o CTG Tropilha Crioula, em São Borja

 De um lado o presidente Nairioli Antunes Callegaro, reeleito para a quarta gestão, de outro Elenir de Fátima Dill Winck, que era vice-presidente Administrativa de Finanças. Duas chapas com suas propostas e seus admiradores. No entanto, as duas com o pensamento voltado aos interesses do Movimento e seus associados. Venceu uma. Assim é em qualquer disputa.

A partir de agora é hora de esquecer as diferenças, que porventura surgiram, e trabalhar para o crescimento da tradição gaúcha, em todos os sentidos.Tema Anual ‘Mulher Gaúcha – 70 anos de Inclusão no Tradicionalismo Gaúcho Organizado, suas conquistas e participações’ será o tema a ser trabalho em 2019.

TEMA ANUAL

Proposto pela Conselheira Benemérita, Márcia Cristina da Silva Borges, da 1ª Região Tradicionalista (1ª RT), a temática foi aprovada com 139 votos, pelos congressistas. A partir do tema, as atividades durante o ano nas entidades tradicionalistas, palestras e eventos culturais vão em busca dos caminhos percorridos por tantas mulheres gaúchas, muitas destas mesmo indo à luta, ficaram no anonimato.

 COORDENADORIAS

O Congresso que se iniciou na sexta-feira, 11, teve no último domingo, a posse oficial dos 30 coordenadores eleitos e reeleitos em suas áreas de abrangência, no Rio Grande do Sul, no mês de dezembro de 2018. Entre os coordenadores estão sete mulheres à frente de suas Regiões em 2019.

LUCE CARMEN MAYER

Reeleita na 24ª Região Tradicionalista (24ª RT),  a professora Luce Carmen da Rosa Mayer, 47 anos, de Venâncio Aires, reassume o cargo e a condução dos trabalhos para mais uma gestão.  Ela que foi a primeira mulher a assumir a Região, no ano passado, retorna com desafios pela frente e grandes eventos. No mês de maio, ela receberá o Rio Grande do Sul, durante a Ciranda Estadual de Prendas, que tem como anfitriã, a 1ª Prenda do RS, Jéssica Thaís Herrera, do CTG Tropilha Farrapa.  Uma prévia para o 68º Congresso, em 2020!

Coordenadoras

Entre os coordenadores empossados, durante o 67º Congresso Tradicionalista, sete mulheres estarão à frente de suas Regiões, em 2019, são elas: Ilva Maria Borba Goulart (4ª RT); Gilda Galeazi (7ª RT); Lauri Teresinha de Almeida (8ª RT) Cleusa Sotoriva (19ª RT); Paula Oliveira Bundt (18ª RT); Silvania Zart Valle Afonso (21ª RT); Luce Carmen da Rosa Mayer (24ª RT). Sucesso, a todas!

 Foto: Marina Mayer / Divulgação

xxIlva Maria Borba Goulart,Gilda Galeazi, Lauri Teresinha de Almeida, Cleusa Sotoriva, Paula Oliveira Bundt, Luce Carmen da Rosa Mayer

 Posse nas Regiões (RTs)

Após o compromisso assumido com o Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG), onde receberam a posse, oficialmente,  no dia 13, os coordenadores começam a assumir as RTs, com a presença do presidente do MTG reeleito, Nairioli Antunes Callegaro, ou representante.

Na 24ª RT, a coordenadora, Luce Carmen da Rosa Mayer assume no dia 22, quando recebe a equipe da coordenadoria, durante Encontro Regional de Patrões, no CTG Tropilha Farrapa, em Lajeado.