Sabrina Maggioni realiza projeto Cultural

A 1ª Prenda do Centro de Tradição Gaúcha (CTG) Lenço Branco, Sabrina Maggioni, está convidando prendas e peões, e a comunidade, para um momento cultural, neste sábado, 9, a partir das 18h, no galpão da entidade, em Cerro dos Bois.Com objetivo de realizar o projeto ‘CTG Núcleo de Fortalecimento da Cultura Gaúcha’, o encontro denominado de ‘Prosa Cultural e Roda de Mate’, se encerra com Tertúlia Livre e jantar.

Fotos: Beatriz Colombelli / Folha do Matexx
Após dez anos, Sabrina Maggioni representará a entidade na Ciranda Cultural de Prendas – fase regional

Mediado por Sabrina, promotora do evento, a temática vai discorrer sobre os departamentos cultural, artístico e campeiro. Para a prosa foram convidados a coordenadora da 24ª Região Tradicionalista (24ª RT), Luce Carmen da Rosa Mayer, o coordenador artístico Jéferson Valente e também integrantes da entidade.

EXPERIÊNCIA

Aos 25 anos, a jovem que já concluiu o curso superior, e atua como auxiliar administrativa, destaca que apesar de participar pela primeira vez do concurso, no meio tradicionalista convive há sete anos como instrutora de danças gaúchas de salão, ao lado do namorado Fernando Steffen. Neste ano, em julho, ela participará da Ciranda Cultural de Prendas – fase regional – que ocorrerá em Venâncio Aires, no CTG Erva-Mate, entidade-sede da 1ª Prenda da 24ª RT, Marina Mayer.

Com muitos compromissos diários, a atual representante do CTG Lenço Branco, entende que não está se preparando como gostaria, porém ressalta que procura participar dos eventos na Região e também estudar a bibliografia indicada para o concurso.  “O amor pela tradição, as amizades, o sonho que nasceu dentro de mim, e principalmente a minha essência”, são legados que ela pensa em deixar à entidade.

EM 2008

Pioneira da entidade, Luzia Gabriela Heinen, conquistou o título de 1ª Prenda da 24ª RT, na gestão 2008/09, recebendo a faixa de Regina Colombelli, em Venâncio Aires. Dez anos se passaram, e o evento será aqui. Marina Mayer poderá repetir o feito, repassando o cargo para mais uma venâncio-airense?

Colunista: Desde quando participas do tradicionalismo?

Sabrina Maggioni: Sempre tive vontade de participar desde pequena, mas tive não oportunidade. Então, aos 16 anos, quando conheci o Fernando Steffen foi que comecei.Fale sobre tua participação no concurso:Achava muito bonito o envolvimento de crianças participando e concorrendo das Cirandas desde pequenas, quando não tive essa oportunidade.

Como faz alguns anos que não era realizado os concursos em nosso CTG, a patronagem decidiu retomar as atividades culturais, e prontamente quis participar de algo tão grandioso e desafiador que está sendo pra mim. Algo que nunca fiz quando pequena, e agora estou podendo participar.

Que legado pensas deixar com tua participação:

Penso em deixar como legado, principalmente à juventude, a responsabilidade de valorizar o que herdamos dos jovens da época dentro do Movimento. Quero transmitir a importância da juventude tradicionalista como agente transformador da sociedade, é disso que precisamos. Acredito que cada prenda e cada peão deixa o seu legado para o nosso Movimento. Quero com a minha essência trabalhar, para que possamos juntos fortalecer e dar continuidade ao nosso Movimento Tradicionalista Gaúcho.

Acredito que os concursos culturais por exemplo, auxiliam na formação de cidadãos e cidadãs, e os capacita para contribuir com a sociedade através de valores e princípios.”

 Programação

Sábado, 9, – Prosa Cultural e Roda de Mate 18h: Credenciamento19h: Início das atividades 20h; Tertúlia LivreApós: Jantar (galeto com acompanhamentos e buffet de saladas)Informações pelos telefones: (51)99365-8350, com Sabrina e (51)99741-6452 com o patrão Jonas Heinen

xx
Sabrina e Fernando receberam, durante o Congresso Tradicionalista, no mês de janeiro, o cartão oficial do MTG, como instrutores de danças gaúchas de salão