Talentos e solidariedade são marcas do festival Pré-Mirim em Venâncio

O palco das danças tradicionais teve um colorido especial durante todo o dia (Créditos: Beatriz Colombelli)

Microfones ajustados, pezinhos que deslizavam e a meiguice das crianças deram o toque especial no domingo, 13, no Parque Municipal do Chimarrão. Apesar do calor, por todos os lados o que se via eram olhinhos brilhantes, correria de pais, mães, patronagens, brincadeiras entre os pequenos – que somente competem nos palcos -, muito talento e exemplo de solidariedade.

CTG ERVA-MATE

Assim foi a terceira edição do Festival Estadual Artístico Pré-Mirim, realizado pelo Centro de Tradição Gaúcha (CTG) Erva-Mate. Presidente do evento e patroa da entidade, Patrícia Padilha já anunciou que em 2020, novidades podem ser esperadas.

Colorido

Se o colorido das indumentárias também enfeitaram o parque, o que dizer das toneladas de tampinhas plásticas arrecadadas por entidades participantes. Senão todas, mas mérito seja dado àquelas que – pouco ou muito – somaram juntas, nesta edição, mais de três toneladas que contemplaram a Casa de Acolhimento de Venâncio Aires.

Acompanhamos e registramos, deste a primeira edição. A cada ano a campanha cresce e demonstra um tradicionalismo que amplia ‘os olhares’ para além dos palcos. O talento das crianças é fato e emociona. Entretanto, entrelaçando-se aos bons exemplos, incentivados pelos adultos, com certeza estes pequenos vão escrevendo as novas e valorosas páginas na história do tradicionalismo gaúcho.

Solidariedade crescente

  1. Na primeira edição, em 2017, a campanha de tampinhas plásticas somou 277 quilos e beneficiou o Hospital São Sebastião Mártir. Troféu solidário foi levado pelo CTG Giuseppe Garibaldi, de Encantado (24ª RT), com a doação de 65 quilos. Entidade que na terceira edição levou o troféu de campeão em Danças Tradicionais, entre 28 invernadas.
  2. Em 2018, a campanha somou 1.346 quilos de tampinhas que foram repassados à Apae. O Troféu Solidário foi conquistado em primeiro lugar pelo GTCN Velha Carreta, de Caxias do Sul com 262 quilos e o segundo lugar ficou com o CTG Moacyr da Motta Fortes, de Passo Fundo que arrecadou 257 quilos.
  3. Na terceira edição do Premiart foram computados 3,4 mil quilos de tampinhas, que contemplou a Casa de Acolhimento. Com 991 quilos e 900 gramas, quem levou o Troféu Solidário, desta vez de campeão, foi o CTG Moacyr da Motta Fortes, de Passo Fundo. (Fonte: Arquivo Folha do Mate)

Memórias do Festival Artístico Estadual Pré-Mirim

• Lançado em 22 de dezembro de 2016, o Festival Artístico Estadual Pré-Mirim (Premiart), começava a dar os primeiros passos. Muitas mãos se uniram no Centro de Tradição Gaúcha (CTG) Erva-Mate, com apoio da 24ª Região Tradicionalista (24ª RT) e Administração Municipal para a realização da primeira edição realizada no dia 15 de outubro de 2017. Evento inédito na 24ª RT, o festival comemorou a terceira edição no domingo, 13, no Parque Municipal do Chimarrão, com a participação de 28 municípios do Rio Grande do Sul e cerca de três mil visitantes.

(Fotos: Beatriz Colombelli/Folha do Mate)


 

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome